terça-feira, 1 de novembro de 2011

PEDAÇOS - Paulo Roberto Gaefke





Um pedaço de mim reclama tempo
para viver, outro assume a responsabilidade
e quer apenas trabalhar.

Um pedaço de mim quer viver um grande
amor, e entrega-se sem medidas, o outro tem
medo, já sofreu decepções e por ele,
nunca mais me apaixonaria.

Um pedaço de mim é brincalhão e vive
rindo, outro é triste, tem momentos de puro
isolamento,

Um pedaço de mim quer vencer, é
pura euforia, Outro quer apenas viver, deixar a
vida me levar...

Um pedaço de mim sofre com a dor
dos outros, outro quer que eu cuide apenas das
minhas dores, que não são poucas, já que vivo
em conflito...

Entre o que eu sou e o que eu gostaria
de ser, entre o que tenho e aquilo que gostaria de ter,
e, se um pedaço de mim sente-se satisfeito, o outro grita
por novidades, por consumo, por gente, por beijos
e amores inconstantes.

Nesse turbilhão, acordo todos os dias,
tentando unir esses dois lados que coexistem em
mim, e que por mais diferentes que sejam,
ainda assim, só querem mesmo,
o melhor para mim.

Hoje eu junto o ser e o querer,
o que fui e o que desejo ser, para cumprimentar
a vida, abraçar meus sonhos e pedir passagem
simplesmente para ser feliz.

Paulo Roberto Gaefke



"Aprenda como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer amanhã." (Mahatma Gandhi)

22 comentários:

  1. Às vezes não dá em nada, mas a expectativa gerada sempre faz a gente acreditar mais uma vez.

    Prefira esse lado que acredita num grande amor, se ás vezes ele não permanece e não acontece, ainda assim será ele que te levará ao paraíso um dia, viu...rss, bjs, nova amiga

    ResponderEliminar
  2. oi minha querida,

    muitas vezes nos sentimos assim,
    divididos,
    mais unir as duas partes e viver os sonhos,
    acredito que seja o melhor caminho para ser feliz...
    linda postagem...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga

    E cada um destes pedaços,
    são a trilha da vida
    que montaremos com o nosso coração,
    nesta maravilhosa viajem
    pela vida...

    Que a luz da vida
    esteja sempre em teu olhar.

    ResponderEliminar
  4. Bonito o poema.....Juntando todos os pedaços, é
    que se moldam os seres unicos.....Que escolha
    maravilhosa das fotos...Bom gosto como sempre..
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Os textos de Paulo Roberto Gaefke são sempre fantásticos!.. Parabéns pela escolha Maria!

    Beijokas em seu coração..
    Verinha

    ResponderEliminar
  6. Linda mensagem do Paulo Roberto Gaefke, Ele tem muita sabedoria pra escrever os textos. A vida por vezes nos coloca nesse turbilhão de decisões entre o ser e o querer. As imagens são lindíssimas, a natureza sempre nós presenteia com essa visão divina. Beijos e ótima semana.

    ResponderEliminar
  7. MINHA QUERIDA MARIA NÃO SEI O QUE É MAIS LINDO SE O POEMA OU AS IMAGENS MARAVILHOSAS PARABENS
    SEU BLOG ESTA CADA VEZ MAIS LINDO E DA PRAZER EM VISITAR ,UM ABRAÇO COM CARINHO MARLENE

    ResponderEliminar
  8. Maria querida
    posso tornar meus comentários repetitivos, mas que posso eu dizer perante tais belissimas imagens e palavras que muito me dizem. Excelente refexão.
    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Este poema está demais... e as imagens... maravilhosas!

    ResponderEliminar
  10. Oi Maria, lindas imagens e o poema do Paulo também, e somos todos assim, temos que aprender juntar esses pedaços e torná-los inteiros e harmônicos, mas dá um trabalhão né? rsss
    Beijos e bom feriado pra ti!

    ResponderEliminar
  11. As imagens são de tirar o fôlego e o texto o repõe trazendo-nos a realidade da vida
    Do querer e temer, do ser e do ter, fundamentalmente ansiar pela felicidade.
    Tudo lindo e combinação perfeita.
    beijos, Léah

    ResponderEliminar
  12. Boa noite minha querida, não há tempestade que não traga bonança, e eu este fim de semana voltei a ter a minha querida neta a passar comigo escusado será dizer, que estou radiante.
    Adorei a sua postagem muito linda, e com muito sentido como todas as que a minha amiga nos mostra sempre.
    Beijinhos de luz e paz na sua vida(beijinhos especiais com carinho).

    ResponderEliminar
  13. MARIA, lindíssimas imagens!!!

    Abraços

    Paloma

    ResponderEliminar
  14. Como sempre deslumbrante seu post querida...palavras belíssimas, imagens maravilhosas...saio daqui encantada.
    Beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  15. O eterno conflito do 'Eu',entre o ser o querer, mesmo que não o queiramos. E o importante é conseguirmos conciliar estas duas facetas...

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Minha querida

    Como sempre uma viagem maravilhosa em imagens e palavras, adorei e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar

  17. º°✿✿♫
    Somos divididos porque somos imperfeitos...
    Imagens maravilhosas.
    Um ótimo mês de novembro!!!
    Bom dia!
    Beijinhos.
    Brasil✿
    º°✿
    º° ✿✿♫

    ResponderEliminar
  18. Boa tarde...me vi descrita em teu texto e saiba que ainda nao me descobri, nao me entendi e quando tento juntar as minhas partes, gera uma tremenda confusão por todas as partes e conflitos de identidade, mas nessa hora, ajoelho e peço orientação á DEUS, que me acalma, me atende e mostra o caminho a seguir...Bjin...fique bem!

    ResponderEliminar
  19. Oi Maria,
    É lindo o poema! e imagens lindas...
    Fico com este pedaço:
    "Um pedaço de mim reclama tempo
    para viver, outro assume a responsabilidade
    e quer apenas trabalhar."
    Bjs.

    ResponderEliminar
  20. Divididas somos Maria , mas a ânsia é sempre a mesma.Viver e ser feliz.Belíssimo poema.Amei!
    Tenha dias abençoados e felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  21. Olá, querida
    Abraçar sonhos e ser muito feliz... lindo!!!
    Bjm de paz

    ResponderEliminar
  22. Maria, boa noite!
    Gosto de poemas como este, que nos ajudam e incentivam a reflectir nas nossas fraquezas.

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo