segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Dálias


Dália a flor que representa o Reconhecimento, harmonia e gentileza.



Teve a sua origem no México, onde é muito popular. Os índios daquela região foram os primeiros a cultivar dálias, ainda no período do Império Asteca. Por volta do final do século XVIII, o director do Jardim Botânico de Madrid encantou-se com esta flor, durante uma visita ao México e trouxe-a para a Europa.




O seu nome é uma homenagem ao botânico sueco Andreas Dahl, responsável pela expansão das dálias pela região nórdica da Europa. Os holandeses e os franceses foram os maiores incentivadores do cultivo e da produção de inúmeras espécies híbridas de dálias.




São flores exóticas e delicadas, sensíveis às variações climáticas e pouco resistente ao frio. São também conhecidas como as flores das ilusões, devido à sua beleza e sensibilidade.




Dahlia, nome comum dália, é um género botânico pertencente à família Asteraceae. É uma herbácea de porte médio, perene.




Trata-se de flores que se encontram nas mais variadas cores e que fornece um grande colorido ao ambiente, dado sua vasta gama de tonalidades. São mais de 3000 variedades entre grandes, pequenas e anãs.




A primeira vez em que foram levadas para a Europa, as dálias eram bem simples, amarelas ou com tons de vermelho. Tempos depois surgiram variedades diferentes em tonalidades e formas, tubulares ou espinhosas.




As Dálias são muito utilizadas em jardins, onde é possível combinar os seus diversos tipos numa mesma ornamentação.

É uma planta que não gosta de viver entre quatro paredes e, dificilmente sobrevive após o florescimento quando é mantida em interiores, além disso, o tempo de vida das flores é consideravelmente mais curto nestas condições.

Condições de cultivo: devem ser cultivadas a pleno sol, em solos bem drenados, orgânicos e recebendo regas regulares. Tolera frio, mas não suporta ventos. Entra em repouso no período de Inverno.




Plantação: Plante os tubérculos a uma profundidade de cerca de 10 cm, com uma distância de 20 cm entre eles. A época ideal para o plantio é no início da Primavera.




Reprodução: por meio de sementes, estacas das pontas dos ramos ou divisão das raízes tuberosas; sendo que esta última permite a propagação de um exemplar com características idênticas às da planta-mãe.




Luminosidade: Em locais de clima frio, precisa de no mínimo 4 horas de sol pleno; já em clima quente, recomenda-se o cultivo à meia-sombra

Clima ideal: ameno

Regas: manter o solo sempre húmido, sem encharcar.



Floração: produz flores isoladas na primavera e no verão,  em várias cores.

Cuidados: necessita de protecção contra ventos e adubação orgânica a cada 3 meses.




É excelente para ornamentação de eventos, já que se mantém em boas condições por alguns dias.


Fontes e Fotos: “Mundodeflores”, “Wikipedia”; “JardimdeFlores”,.”jardineiro.net”; “Flores guia”; “Floresnaweb”; www.hdwallpapersnew.net; www.wallcoo.net; www.hdwallpaperdesign.com; outros net



"Ilumine sua vida com a delicadeza das flores" (autor desconhecido)

15 comentários:

  1. Muito linda essa postagem, transmite tanta paz e harmonia, beijos.

    ResponderEliminar
  2. Que imagens lindas. Parabéns por este maravilhoso post.

    "As flores reflectem bem o verdadeiro. Quem tenta possuir uma flor verá a sua beleza murchando. Mas quem olhar uma flor no campo permanecerá para sempre com ela."
    Paulo Coelho

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  3. Olha só coisa mais linda nunca vi, parece que sinto o perfume, gente ameiiiii, que vaigem ao mundo da flora, maravilha de post, agora até me sintomais leve ainda, rssss adoroooooo!!
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha, adoro dálias, tenho algumas no meu jardim.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria,
    Grata pelo carinho da visita e comentário.
    Belíssimos posts, estas flores transmitem tanta paz, alegria etc.
    Abençoada semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Não existem flores feias, mas cada uma tem o seu encanto. Lindas as dálias amiga Maria. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  7. Olá, Maria!

    Hoje, este post é como que um vivo e colorido canteiro plantado de lindas dálias; pena que o aroma que exalam não chegue até aos visitantes; Eu, estou certo que ficaria por aqui mais algum tempo...

    Beijinhos, boa semana.
    Vitor

    ResponderEliminar
  8. Acabo de visitar e me encantar com um lindo jardim, ornado com belíssimas dálias, nos seus mais variados tipos e cores. Isso, graças à benevolência da nossa querida amiga Maria. Muito obrigado de coração.

    Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  9. Grande Amiga Maria!

    Vim parabenizá-la pelas belas flores. Quanta sensibilidade, parece até que sentimos o cheiro delas.

    Beijos!...

    ResponderEliminar
  10. ....

    Lindas!
    As dálias e também as fotos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Oi, Mria, que encanto de fotos sobre as dálias. São realmente maravilhosas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Maria !!!!!!!!!!! Vc ganhou o quadro da Estela !!!!!
    Parabéns ! rssssssssss

    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Olá minha amiga, adorei as suas lindas dálias por isso voltei aqui para lhe dizer, só é pena que elas não sejam um pouquinho mais duradoiras, porque de beleza não sei se elas não serão mais lindas do que as rosas.
    Beijinhos de luz e paz

    ResponderEliminar
  14. Olá, amei suas dalias,elas lembram minhas tias avós. Você é uma pessoa abençoada por DEUS.
    Que lindo quando fala dos Pais.

    Saúde e Paz

    Helia

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo