terça-feira, 29 de outubro de 2019

🦜 Arara-azul-e-amarela (Ara ararauna)




Os meus "olhares" de hoje vão para a belíssima ave:

Arara-azul-e-amarela (Ara ararauna) 


A Arara-azul-e-amarela é uma das mais conhecidas representantes do género Ara, sendo também conhecida como arara-canindé, arara-de-barriga-amarela, arari, arara-amarela, arara-azul-e-amarela, araraí e canindé.

Classe: Aves
Ordem: Psittaciformes
Família: Psittacidae



Distribuição Geográfica
Encontram-se numa grande região da América do Sul a leste da Cordilheira dos Andes, concentrada na região amazónica até o norte do Paraguai e Bolívia. Também é encontrada em ilhas de ocorrência no sul do Panamá, Peru, Equador e Colômbia. Na natureza vivem em habitats variados, desde a floresta tropical húmida até savanas secas. Vivem preferencialmente no estrato arbóreo superior e próximo da água.



Descrição
São aves de grande porte, mede aproximadamente 80 cm de comprimento, possuindo uma longa cauda. Vistosa e inconfundível apresenta uma testa verde, coloração amarelo dourado na barriga, peito e parte inferior das asas e azul na nuca, asas, costas e cauda. Bem cuidadas, a sua expectativa de vida pode chegar até 70 anos em cativeiro, desde que seja mantida em condições adequadas. 




Comportamento
São aves gregárias e barulhentas, podendo viver em comunidades numerosas, mas grupos pequenos ou mesmo apenas casais com crias também são comuns. Podem passar longos períodos do dia em repouso, relacionando-se com companheiros ou fazendo acrobacias no alto dos galhos. Voam em pares ou em grupos de três indivíduos. São grandes voadoras e podem transpor grandes distâncias. Muito barulhentas, os seus gritos podem ser ouvidos muito antes de as aves serem vistas.

Alimentação
A sua dieta alimentar basea-se em sementes, vegetais e frutas frescas

Reprodução
Aves monogâmicas, uma vez que formam casal, essa união será para sempre. Nidificam a cada dois anos, em buracos que escavam nos troncos de árvores e palmeiras. A fêmea choca os ovos (1-3) durante cerca de 28 dias. O macho alimenta-a durante este período e protege o ninho de invasores. As crias nascem completamente dependentes dos progenitores e permanecem no ninho durante 3 meses.




É uma espécie muito ameaçada, estando a sua população a diminuir, devido à destruição do seu habitat e do comércio intenso, muitas vezes ilegal, uma vez que é muito procurada em todo o mundo, como animal de estimação pela sua docilidade em cativeiro e grande beleza.




Texto explicativo: Wikipedia
Fotos: Pessoais


21 comentários:

  1. Muito bom gosto e sensibilidade fotográfica. A Arara é uma ave linda.

    NOTA: Em Portugal quando alguém não sabe fazer qualquer coisa ou faz mal logo alguém diz: " És mesmo arara".

    Será que essa ave é mesmo... Arara, lol

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Preciosa ave Maria y tu comentario muy educativo,muchas gracias. Besinos.

    ResponderEliminar
  3. Colours are impressive 😊 blue and yellow...

    ResponderEliminar
  4. Son preciosos, me encantan. Un beso.

    ResponderEliminar
  5. This bird has such amazing colours - so beautiful.

    All the best Jan

    ResponderEliminar
  6. Boa noite de paz, querida amiga Maria!
    Tive a alegria grande de conhecer ao vivo a arara azul 'in loco' na regiao Centro Oeste do Brasil.
    Sao lindas e inusitadas.
    Gostei muito de ve-la por aqui.
    Seja muito feliz e abencoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  7. Beleza. Gosto muito destes animais:))

    Bjos
    Votos de uma óptima Noite.

    ResponderEliminar
  8. Nicely photographed. I had a slightly smaller yellow-naped macaw some years ago, and I would recommend that people REALLY investigate before adopting any large parrot. They need a LOT of attention, companionship, and things to keep them occupied. Earplug also help. I still love them, though.

    ResponderEliminar
  9. Na minha recente visita a Portugal um periquito que os meus pais lá têm, e que anda à solta em casa, "adoptou-me".
    E agora, que voltei para Macau, anda à minha procura.

    ResponderEliminar
  10. Beautiful photos of the Ara Maria, especially the photo with the two Aras outside.

    Many greetings,
    Annette

    ResponderEliminar
  11. Uma bela ave que você nos traz com explicações e lindas fotos.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
  12. Bom dia Maria
    Que lindo post, amo aves, a natureza. Te desejo tudo do melhor, um grande abraço e feliz semana. com carinho Maria Alice

    ResponderEliminar
  13. Maravilloso, ellos merecen toda nuestra preocupación y protegerlos...
    que terrible! a este tiempo de vida del mundo y seguimos destruyendo...sino se tiene piedad por el proio ser humano como tal, que esperan estos hermanos menores...
    Por eso la Tierra sabrá responder.

    Hermosas fotos.

    ResponderEliminar
  14. Lindo post!
    Só não gostei da parte que fala em cativeiro. Cativeiro é para quem cometeu crimes. Aves deveriam ser sempre livres, assim como todos os animais.

    ResponderEliminar
  15. Me encanta el color de eas aves. He tenido la ocasión de ver alguna de ella.

    Besos

    ResponderEliminar
  16. Schöne Bilder von dem Farbenreichen Vogel.

    Noke

    ResponderEliminar
  17. São aves belíssimas!

    Bom fim-de-semana prolongado!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. E são lindas estas aves.
    Acho que o seu comércio é proibido, mas ninguém para os criminosos ambientais.
    Maria, bom feriado e bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Maravilha!
    Gostei de ver e aprender.
    E triste, por saber que a Arara é uma espécie ameaçada.
    Beijo.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo