domingo, 16 de fevereiro de 2014

Da Música - Poema de Casimiro de Brito




A musica derrama-se
no corpo terroso
da palavra. Inclina-se
no mundo em mutação
do poema.

A música traz na bagagem
a memória do sangue; o caminho
do sol: Lume e cume
de palavras polidas.

A música rompe um rio de lava
por si mesmo criado. Lágrima
endurecida
onde cabem o mar
e a morte.

Casimiro de Brito





10 comentários:

  1. Um belo poema de um autor que muito admiro.
    Amiga como tenho estado ausente da blogosfera, espero e desejo que esteja tudo bem consigo e especialmente que sua mãe se encontre já recuperada.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  2. oi minha amiga,

    muito lindo,
    quase não lemos Casimiro de Brito por aqui...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olá, Maria.

    Que postagem mais linda, o poema, a imagem, tua sensibilidade, tudo.

    Ótima semana para você!

    ResponderEliminar

  4. Olá amiga, vim desejar-lhe uma excelente semana.
    Beijos Marie.

    ResponderEliminar
  5. Um poema lindíssimo. Adorei.
    Beijos
    Lita

    ResponderEliminar
  6. Música está sempre por trás de um poema e na alma de um poeta.
    Gostei. maria. Gostei muito.

    ResponderEliminar
  7. Faz um tempinho que nao leio Casimiro de Brito, que aprecio muito.
    A música é de fato algo delicioso para nossa alma _ aquieta alegra e dá vida ao ambiente ,
    abraços Maria

    ResponderEliminar
  8. Lindo...

    Cumprimentos
    ...................
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Olá, querida Maria
    A música nos reveste a alma de sentimentos bons quando ela é bem escolhida...
    Agora mesmo estou nisso...
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo