segunda-feira, 16 de maio de 2011

Velhas Árvores - Poema de Olavo Bilac




Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores novas, mais amigas:
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas...

O homem, a fera, e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres de fomes e fadigas;
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo! envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem:

Na glória da alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!

Olavo Bilac


16 comentários:

  1. Bom dia, Maria

    Uma bela imagem a enquadrar este lindo poema de Olavo Bilac. Na verdade, o que seria de nós sem as árvores, as florestas, que processam o ar que respiramos e enchem a Natureza de uma beleza sem par?

    Beijo e uma boa semana.

    Olinda

    ResponderEliminar
  2. Que poema lindo Maria.
    Doce e pleno.

    Beijinho querida.
    Fernanda

    ResponderEliminar
  3. Este poema de Bilac é uma maravilha.
    Eu publiquei-o, em Janeiro do ano passado, no meu blog "OLHAI OS LÍRIOS DO MACUÁ" (actualmente inactivo, por falta de tempo).

    Muito obrigada pelos seus votos para o "blog da semana" - falo no plural porque pode votar mais do que uma vez :)))))))))))))

    Uma semana feliz. Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. PS - Vou levar o selinho dos 500 seguidores, qua ainda não levei.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  5. LINDAS árvores e poema!beijos,chica

    ResponderEliminar
  6. Bom dia querida, que aconchego gostoso este poema nos dá. Bela escolha querida e uma linda semana parati, beijinhos carinhosos.

    ResponderEliminar
  7. Ah, quem dera o homem com a sabedoria quase humana das árvores (da natureza em si)! Que lindo, Maria! uma ótima semana para você. Paz e bem.

    ResponderEliminar
  8. Maria lindo poema,arvores antigas que já sofreram des tempestades,se tornaram fortes,que amadureceram,que dão frutos,que acolhe os pássaros ,que dá sombra,lindas exuberantes e que se deixam levar pelo vento ,pela chuva mas que não perdem a magestade....
    Lindo dia para você

    ResponderEliminar
  9. Que bela imagem!

    Amiga, essa poesia me trouxe tantas lembranças!

    Quando eu era pequena, minha avó me fez decorá-la, e, sendo assim, eu a sei de cor até hoje.

    Doces recordações!
    Obrigada por isso :)

    Fique bem, fique com Deus

    Jinhos meus

    Cid@

    ResponderEliminar
  10. Querida amiga, Olavo Bilac foi realmente um gênio da literatura, essa poesia é linda, ele nos compara as árvores, para que saíbamos envelhecer e agasalhar em nossos braços, nossos filhos, netos, e assim deixar nossas marcas nesse mundo. Tenha uma linda semana. Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Divinas e aconchegantes estas velhas arvores...tão bem escritas neste divino soneto...versos com imensa sabedoria...
    Minha amiga, tenha uma ótima semana...beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  12. Amiga linda tenho uma grande paixão por tudo o que faz parte da pura natureza, e, as árvores são meu berço desde que me conheço por gente, quando vou para o campo, sempre me abraço a uma árvore para poder ter dela as suas energias, e, trocar pelas minhas.

    Sou a solidão que se vai ficando
    na beira do cais, sem poder partir
    sou a triste gaivota, que já não faz ninho
    sou rosto enrugado, sem poder sorrir.

    Beijinhos de luz e paz

    ResponderEliminar
  13. Bilac com sua maravilha de poema, tudo emoção e sensibilidade em cada palavra.Escrever é fácil, mas escrever como o Olavo Bilac é difícil. Querida deixo um beijo com desejo de um ótimo começo de semana recheado de coisas boas. Abraço!

    ResponderEliminar
  14. "É possível que só as árvores tenham raízes, mas o poeta sempre se alimentou de utopias. Deixe-me pois pensar que o homem ainda tem possibilidades de se tornar humano."

    Eugénio de Andrade.

    Abraço

    ResponderEliminar
  15. Amiga,
    Tudo lindo, a poesia e a imagem.
    Conheci algumas poesias de Olavo Bilac na escola... uma delas decorei e se chama "As flores".
    Beijinhos.
    °º♫
    °º✿ Brasil
    º° ✿♥ ♫° ·.

    ResponderEliminar
  16. Maria que bálsamo bom é para a alma e para o corpo a sombra duma ârvore frondosa.Quantas histórias elas encerram.Belas imagens e excelente escolha.Uma boa semana e um abraço.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.