quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Luar do sertão - Roberta Miranda


Quando voltei do Rio de Janeiro, em conversa com o meu marido referi, que há alguns anos atrás, eu gostava imenso de ouvir uma canção que falava do sertão, mas não me recordava do nome, nem de quem cantava. Ele foi ao Youtube e conseguiu encontrar. Aqui fica a canção, que ainda hoje gosto muito de ouvir!

Luar do sertão



Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão

A lua nasce por detrás da verde mata
Mais parece um sol de prata, prateando a imensidão
E a gente pega na viola e ponteia
E a canção é lua cheia, a nos nascer do coração

Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão

Mas como é lindo
ver depois por entre o mato
deslisar calmo regato,
transparente como um véu

No leito azul
das suas águas murmurando
e por sua vez roubando
as estrelas lá do céu

Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão

Coisa mais bela
Neste mundo não existe
Do que ouvir um galo triste
No sertão, se faz soar

Parece até que a alma da lua
É que descamba
Escondida na garganta
Deste galo a soluçar

Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão

Ai que saudade
Do luar da minha terra
Lá na serra branquejando
folhas secas pelo chão

Este luar cá da cidade
é tão escuro
Não tem aquela saudade
Do luar lá do sertão

Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, oh! Não ...
Luar como esse do sertão


Composição: Catulo da Paixão Cearense / João Pernambuco
Cantor: Roberta Miranda



10 comentários:

  1. Que lindo, Maria! Isso se tornou um clássico aqui no Brasil. A gente aprende a cantar essa música desde criancinha e não se esquece nunca mais. Dificilmente se reune uma roda de amigos ou familiares em festa onde esta canção não seja entoada por quase todos. Muito bom! Abraços. Paz e bem.

    ResponderEliminar
  2. Uma excelente música para a manhã e animar o meu dia.
    Parabéns pela escolha.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Uma bela escolha amiga, sempre gostei das canções da Roberta Miranda, e por falar dela, anda sumida da midia.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  4. gosto tb tanto dessa música, tão antiga!
    é bonita a letra.

    bom dia

    ResponderEliminar
  5. Maria minha flor, esta música é belíssima mesmo...
    Querida estarei te mandando um e-mail...espero que seja útil.
    beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  6. Quando você não aparece
    o dia não acontece
    pássaros ficam mudos
    barcos se perdem,
    e as ondas vão para alto mar
    a procura do vento...

    £UNA

    Amor & Paz no seu dia!Beijos meus! M@ria

    ResponderEliminar
  7. Faz parte de um lote de musicas imortais.
    Grato pela partilha.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Amiga Maria.Sabe adoro esta canção,faz parte das recordações que a vida tem ao longo do tempo.Para além de ter um poema lindo,e como gosto de música brasileira junto tudo.
    Beijinho de amizade lisa

    ResponderEliminar
  9. Que maravilha! adoro esta mjúsica, toca-me fundo...adorei.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Não há, ó gente, oh! Não ..
    esta letra é da mais bela criação,
    Dá vontade de saber tantas coisas mais...
    Gostei
    bjs

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.