domingo, 31 de janeiro de 2010

Memórias de férias quando era criança


Ao arrumar a caixa das fotografias antigas da minha mãe, encontrei uma que me fez voltar muitos anos atrás.



Lembro-me das minhas férias quando era criança passadas no Alentejo, em casa dos meus avós. Não havia carro particular e por isso a viagem de Lisboa para o Alentejo, era feita de camioneta, levava um dia inteiro para chegarmos à aldeia, era muito cansativo mas só de pensar que ia de férias, o cansaço passava logo e o entusiasmo crescia cada vez mais.
Da aldeia para o monte dos meus avós, que ainda era longe, íamos de burro e de cavalo, eu adorava esse percurso, absorvia cada instante.

Sabia que ia passar uns dias magníficos, ia brincar com a minha prima Lena, ia poder correr pelos campos e sabia que podia contar com o meu avô para tudo, pois ele era um homem excepcional, com uma paciência infinita para mim e cuja lembrança eu guardo com muito carinho e amor no meu coração.

Nasci e cresci na cidade, por isso quando chegava ao Alentejo era uma alegria imensa. Era sentir e viver a vida do campo, dar de comer às galinhas, ir com o meu avô apanhar fruta logo de manhãzinha, ir ao poço com o burro para trazer água para casa, ir à tardinha recolher os ovos das galinhas, jogar às cartas com o meu avô e a minha prima, brincarmos as duas até ser noite, sentir o cheiro das flores das acácias, dos eucaliptos, da “terra” e ouvir o som do vento nas folhas das árvores.

Ainda hoje, sempre que ouço o som do vento, o meu pensamento voa instantaneamente para esse tempo de criança e sinto que volto a esses tempos de Paz, Inocência e de Alegria.

Por vezes, sabe tão bem Recordar!

"A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la." (Autor desconhecido)

Sem comentários:

Enviar um comentário

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.