sexta-feira, 19 de abril de 2019

Refém da Lua - Poema de Alice Ruiz





Sou refém da lua cheia
ela entra pelo quarto
conhece-me os desejos
os beijos guardados
as sombras e crateras do meu cativeiro
sou refém da meia lua
ela me sabe os pedaços
tristezas e segredos
invade-me à madrugada
assiste o amor arder
sem endereço
sou refém de mim
a lua é pretexto


Alice Ruiz


20 comentários:

  1. A lua encantadora! Bela poesia! beijos, FELIZ PÀSCOA pra ti e teus! chica

    ResponderEliminar
  2. Bonito poema!Feliz Páscoa,Maria,para você e todos os seus!Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Gosto de olhar para a Lua e ver as suas várias fases.
    Bjs e Páscoa Feliz!!

    ResponderEliminar
  4. Que poema lindo! Merecedor de inúmeros aplausos!
    Beijos e feliz páscoa!

    ResponderEliminar
  5. Qual poea não é refém da Lua? Uma obra irreocável, bm como, odos os poemas dela. obrigada pela partilha
    Feliz Páscoa amiga Maria.
    Bjinhhos!

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto muito da Alice Ruiz, mas esse poema eu não conhecia. Conheço mais dos poemas do Leminski (que foi casado com ela e com certeza foi uma grande influência para ela). Estrela, filha da Alice e do Leminski, também escreve poemas. Uma família de talento. Um beijo, Maria.

    ResponderEliminar
  7. Belo poema, amiga Maria. Felizes de nós quando ainda olhamos para a lua e vemos nela mistérios e encantamento.

    Desejo-lhe uma Santa Páscoa com os seus.

    Bjs

    Olinda

    ResponderEliminar
  8. Bom dia de Sábado de Aleluia, querida amiga Maria!
    Ser refem da lua, do Amor e de si no que há de mais belo...
    Tenha uma Páscoa de luar claro dentro do coração!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  9. That is such a lovely image.
    I enjoyed the poem too.

    All the best Jan

    ResponderEliminar
  10. Que lindo e magistral poema, Maria
    Desejo a você e família uma Páscoa plena de LUZ, PAZ, AMIZADE E AMOR com o meu fraterno abraço

    ResponderEliminar
  11. Mais do que a inteligência, precisamos da afeição e doçura.
    (Charles Chaplin)

    Feliz Páscoa, amiga querida Maria!
    Bjm carinhoso e pascal

    ResponderEliminar
  12. Quantas vezes somos reféns de nós próprios...
    Bela publicação!

    ResponderEliminar
  13. Que luxo de poema Maria.
    Leveza e belezas em cada verso.
    Bela partilha da Ruiz.
    Bjs

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo