terça-feira, 4 de abril de 2017

Os versos que te fiz - Poema de Florbela Espanca





Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!



Florbela Espanca



12 comentários:

  1. Maravilhoso querida amiga, como sabe gosto muito da Florbela Espanca ,desejo-lhe uma terça-feira muito feliz beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Oi Maria ! Coisa boa conhecer teu cantinho ! Amo poesia, livros, fotografia, flores e a vida que é um presente de Deus !
    Bjos, Lú.

    ResponderEliminar
  3. Ah o amor faz a gente sonhar....

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  4. Ooesias de Florbela Espanca são sempre lindos.
    Beijos,

    ResponderEliminar
  5. Na vida quase sem esperança,
    natural, da terra do mármore era
    de Vila Viçosa Florbela Espanca
    partiu, tristeza levou com ela!

    Tenha uma boa tarde amiga Maria, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  6. Olá amiga!
    Vim agradecer sua visita e me deliciar com boas leituras.
    Beijos... Fátima.

    ResponderEliminar
  7. A inspirada e inspiradora Florbela Espanca, gosto muito!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Um poema encantador de Florbela... que adorei descobrir!...
    Belíssima escolha, uma vez mais, Maria!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.