terça-feira, 14 de março de 2017

Serenata para Verlaine - Poema de Cecília Meireles




Trago-te o luar e as folhas secas
e os violinos do outono
e as mãos azuis das águas frescas
às varandas do sono.


Trago-te as estatuas e a dança
das mascaras antigas
e os fluidos pés e a voz escassa
das amadas amigas.


Trago-te a estrela, a rosa, o cisne 
e a etérea balaustrada
em que brandamente se incline
tua alma deslembrada.


Trago-te parques de tão longe 
com rouxinóis nos ramos.
Lerás nos troncos: “Até Hoje,
ó Verlaine, te amamos”.


Trago-te a flor contra o pecado
e  contra o sofrimento.
Com seus perfumes te engrinaldo,
entre fitas de vento. 



Cecília Meireles

14 comentários:

  1. Olá Maria! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário deixado no nosso humilde espaço, assim como apreciar este belo poema da grande Cecília Meireles. Ótima escolha! Parabéns!

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  2. Trago-te a flor contra o pecado
    e contra o sofrimento.
    Maravilha.
    Obrigada.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Excelente. Maravilhosa escolha! Amei

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Maravilhosa partilha querida amiga, desejo-lhe uma terça-feira muito feliz beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Bom dia , poema maravilhoso....lhe trago muita paz para seu dia! bjssss

    ResponderEliminar
  6. Linda partilha, a grande mestra da poesia a nos
    encantar sempre!...
    Uma semana luminosa para ti, querida Maria.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Querida Amiga, Maria Rodrigues !
    Que bela postagem, de Cecília Meireles,
    colocas diante dos meus olhos, agora embaçados
    pela emoção da ternura...
    Muito agradecido, com um fraterno abraço aqui
    do meu Brasil !
    Sinval.

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema da maravilhosa Cecília Meireles.
    Um abraço.
    Élys

    ResponderEliminar
  9. Cecilia sempre trás levezas e belezas.
    lindo poema.
    Beijos
    Bandys

    ResponderEliminar
  10. Maria, belas estrofes de Cecília Meireles, aqui publicas.
    Deixo um forte abraço, um beijinho e uma boa noite.

    ResponderEliminar
  11. Sempre maravilhoso descobrir mais um pouco da vasta obra de Cecília...
    Adorei! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde amiga Maria, Obrigada pela sua visita e pelo seu beijinho.
    É sempre um prazer vir aqui Divagar neste lindo lugar...maravilhosa poesia!
    Volte sempre.
    Luísa Fernandes

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.