quarta-feira, 1 de março de 2017

Flores Silvestres da PINTORA Mary Dipnall




A pintora Mary Dipnall, nasceu em 1936 em Portsmouth na Inglaterra.





Nascida numa família de artistas, foi educada na Daleys School for Girls. Os seus talentos artísticos foram reconhecidos com nove anos de idade, altura em que ganhou um certificado das honras da sociedade real do desenho.





Só depois do seu casamento e do nascimento dos seus dois filhos, é que Mary Dipnall começou a dedicar-se à pintura a tempo inteiro. Através da arte, expressa o seu grande amor pela natureza.





Adora particularmente pintar flores selvagens no seu habitat natural.





Em 1980 realizou a sua primeira exposição em Londres. Desde essa altura Mary Dipnall exibe regularmente os seus belos trabalhos na Grã-Bretanha.






As suas pinturas são surpreendentes, coloridas e maravilhosas.




"As cores na pintura são como chamarizes que seduzem os olhos, como a beleza dos versos na poesia." ( Nicolas Poussin )

17 comentários:

  1. Senti-me tocado pela beleza e encantamento em cada uma das telas. São belíssimas, lindas, de uma sensibilidade e uma naturalidade extraordinários, ela não nos priva de alguns detalhes mais crus, mais rústicos, e no contraste entre tais detalhes e a beleza transbordante de seus motivos em cada tela, ficamos com a impressão forte de que já estivemos nestes lugares em algum momento de nossas vidas. Belíssimos. Grato por tanta beleza. Un abbraccio

    ResponderEliminar
  2. Maravilha. Me encantam as papoilas.
    Um abraço e um Março sereno e feliz

    ResponderEliminar
  3. Soberbas pinturas. Amei

    Beijinhos e um dia feliz

    ResponderEliminar
  4. Lindos !!!!
    Obrigada por divulgar !
    Bjs
    Anna

    ResponderEliminar
  5. Maria Rodrigues,
    Excelente seu blogue, de vez em quando levo para que outros tenham a possibilidade/felicidade de ver suas lindezas (ponho sempre os seus créditos).
    Evidentemente que nunca ponho assuntos pessoais, que como o nome indicam só a si dizem respeito.
    Parabéns e continue a alegrar-nos com seu bom gosto.
    Beijos
    Júlia Albuquerque Vieira

    ResponderEliminar
  6. Não me importava de ter alguns!!!
    bj

    Por aqui ... vou surfando na poesia:
    https://mgpl1957.blogspot.pt/2017/03/a-poesia-e-o-surf.html

    ResponderEliminar
  7. Flores silvestres que crescem soltas pelo campo formando lindos mantos ,maravilhosa quarta-feira querida amiga ,beijinhos

    ResponderEliminar
  8. São lindas, dá vontade de estar nas imagens.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde Maria,
    Mary Dipnall é na verdade uma grande artista!
    A sua pintura parece real! Adorei as suas flores silvestres que são as minhas preferidas!
    Um beijinho e obrigada por ter partilhado.
    Ailime

    ResponderEliminar
  10. Maria, que lindas flores!...
    Todas vestidas de gala,
    Segundo Jesus nos fala:
    Desígnios superiores

    As vestem sem os pastores
    Que apascentem. E se instala
    Um cultivo que faz sala
    Com visitantes senhores.

    No campo tudo tem vida
    E a fauna é parecida
    Com o rumo que a flora toma

    A Amada Igreja querida
    Pôs na encíclica a lida
    Com a vida e cada bioma.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  11. Oi Maria, bt!
    Eu não conhecia essa pintora, mas as suas pintoras são belíssimas. Ah amiga, se eu pudesse comprava todas! kkk
    Bjssss

    ResponderEliminar
  12. Eu gostei os meus olhos eo coração dessas imagens maravilhosas. Eu amo flores silvestres. Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  13. Que lindas pinturas de quem desde cedo mostrou do que seria capaz.
    Amei os caminhos floridos por ela.
    Grato Maria.
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
  14. São obras que encantam, gosto de flores silvestres. Adorei o sombreado, as cores ficaram mais vivas, parecendo reais.

    ResponderEliminar
  15. Olá Maria,
    Dificil definir qual a mais bela das obras de arte. Amo flores silvestre. Parabéns pela escolha. Seu blog está um luxo só!

    Grande e fraterno abraço querida.

    ResponderEliminar
  16. Trabalhos absolutamente deslumbrantes!
    Um festival de cor e beleza!
    Um daqueles posts, para eu apreciar ao pormenor!
    grata pela maravilhosa partilha, Maria!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.