sexta-feira, 4 de novembro de 2016

New York - Divagando por Central Park




Nas minhas férias em Nova York, um dos sítios por onde adorei passear, foi no Central Park. O Parque foi inaugurado em 1857 e possui uma área de 3410 m2. É um "oásis verde dentro da grande floresta de arranha-céus",  foi considerado Marco Histórico Nacional.





Começamos a nossa visita fazendo um passeio numa linda charrete. O local que havíamos combinado foi na entrada do Central Park junto ao Columbus Circle, uma rotunda que foi batizada assim, em homenagem ao navegador europeu Cristóvão Colombo.






Foi um passeio muito agradável, ao longo do percurso o guia foi explicando os principais pontos de interesse., depois foi a vez de partirmos à descoberta mas a pé.








Pontes, caminhos, lagos, estátuas, natureza, enfim há um mundo de coisas para apreciar.








A arte e a natureza numa combinação perfeita.









Reflexos no Harlem Meer, um grande lago localizado ao norte do Conservatory Garden.




O Charles A. Dana Discovery Center, foi criado em 1993 pelo Central Park Conservancy e oferece uma grande variedade de educação gratuita, programas comunitários e exposições sazonais.




Uma das grandes atrações do parque é  o "carousel". Este é o quarto carrossel a funcionar no parque desde 1871.






A  policia a cavalo vai percorrendo o parque.




A linda Cherry Hill Fountain. Foi desenhada por Jacob Wrey em 1860.




No coração de Central Park está Bethesda Terrace Arcade. Este lindíssimo terraço foi uma das primeiras estruturas a ter sido construídas no Central Park. A sua construção começou em 1859, continuou ao longo da Guerra Civil, e foi concluída em 1863. O terraço tem dois níveis unidos por três grande escadarias, passando uma delas por baixo das arcadas. No interior do piso inferior, o destaque da arcada é o magnífico teto de telha Minton desenhado pelo arquiteto de origem britânica e designer, Jacob Wrey Mould, que também concebeu das esculturas decorativas em todo o terraço. Bethesda Arcade é o único lugar no mundo onde estas telhas Minton são usadas para um teto.







No terraço inferior fica a magnifica Bethesda Fountaine. No topo da fonte está um anjo. A estátua, "Angel of the Waters", faz referência ao Evangelho de João, que descreve um anjo abençoando o Tanque de Bethesda e dando poderes que cura. A fonte comemora o sistema de água Croton, que primeiro trouxe água fresca para Nova York em 1842. O anjo leva um lírio na sua mão esquerda - um símbolo de pureza da água, muito importante para uma cidade que já havia sofrido com a cólera devastadora epidemia antes do sistema ter sido criado. A peça é a única estátua que foi encomendado para o Park, sendo uma obra criada por Emma Stebbins. 







A caminho do memorial Strawberry Fields, que é dedicado a John Lennon e foi inaugurado em 1985.





As noivas de Central Park






A estátua em bronze de Hans Christian Andersen foi construída em 1956 para comemorar o 150º aniversário do autor. Foi esculpida por Georg John Lober.




"Alice in Wonderland" (Alice no país das maravilhas), esta estátua em bronze foi um presente de George Delacorte em 1959 para as crianças de Nova Iorque. É uma obra do escutor José de Creeft.




Junto ao Conservatory water, um espaço lindo e tranquilo onde várias crianças brincavam com pequenos barcos modelo.





Achei muito engraçado muitos bancos terem dedicatórias.





Descansando




Artistas captando a beleza do parque







A Bow Bridge, a primeira ponte de ferro do parque.





Uma linda fêmea de cardeal (Cardinalis cardinalis).




Confraternização de pardais e esquilos




Este esquilito estava bem atento ao que se passava...




O pequeno Castelo de Belvedere foi criado em 1869 por Calvert Vaux.





No último dia os meus "meninos" foram fazer uma corrida pelo parque, era a despedida!






Fotos: Familía Rodrigues ( António, Pedro e Maria )
Texto Explicativo: Wikipedia e Site Oficial de Central Park
Próximo post: Belvedere Castle


10 comentários:

  1. De facto um lugar lindo e especial. Perdem-se dias a explorar o que o parque tem para oferecer. As fotos e artigo estão muito bem. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. De todo un poco y bueno, Maria!!!
    Buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  3. Muito belo e mundialmente conhecido estes belo parque que eu gostava de o conhecer ao vivo.
    Um abraço e bom fim-de-semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Maria, que lugar maravilhoso é o Central Park coisa mais linda,obrigada por compartilhar com a gente esta beleza. abraços

    ResponderEliminar
  5. Lindíssimas fotos ,beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar
  6. Maria, minha querida amiga, não se pode deixar de conhecer este parque, aqui você me deixou muito evidente isto. Quanta beleza e quantos detalhes espetaculares você, Maria, consegue captar a compartilhar conosco. Fico imensamente agradecida por estas tuas deliciosas partilhas e adorei viajar e estar com você.
    Um beijo e forte abraço com o desejo e um ótimo final de semana. Felicidades a toda família.

    ResponderEliminar
  7. Um parque, do qual só conheço dos filmes, bem no meio do coração da grande cidade...
    As imagens estão incríveis! Grata por esta partilha maravilhosa!
    Adorei ver!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.