sábado, 8 de outubro de 2016

Capuchinhas




Estas simples mas lindas flores são originárias da América do sul, tendo sido trazidas para a europa no século XVII.




É uma planta anual da família da família das tropaeolaceas. O seu nome científico de tropaeolum majus, é conhecida em inglês por nasturtium e tem entre outros nomes populares: chagas, flor-do-sangue e agrião-do-méxico.






Além do seu valor ornamental, é uma planta medicinal e comestível quando cultivada sem o uso de agro tóxicos ou produtos químicos.






É uma planta herbácea rasteira, que pode atingir de 1 a 2 metros de comprimento. Tem folhas circulares com pecíolo partindo do meio. Possui flores em forma de cálice (campanuladas), solitárias, bastante vistosa, aromáticas sendo geralmente de cor amarela laranja ou vermelha.





São plantas invasoras dos jardins, campos e hortas mas são uma boa “praga”, sendo muitas vezes, usadas como “plantas companheiras”, pois atraem para si os parasitas, evitando que eles vão para outras plantas. Plantada junto a roseiras e árvores de fruto repelem a mosca branca. Junto das abóboras, protege-as dos escaravelhos e perto dos bróculos ajudam a afastar os afídeos.





Também podem ser cultivadas em floreiras ou vasos e serem utilizadas como plantas pendentes ou como trepadeiras se for colocado um suporte adequado.

Solo: Não é muito exigente preferindo solos vulgares, não muito ricos, drenáveis, enriquecidos com matéria orgânica.

Regas: Regulares mas sem encharcar.




Luz:. Sol ou sombra parcial.

Clima: Pode ser cultivada em várias condições climáticas, mas não tolera o frio ou geadas.





Fontes: wikipedia; http://www.portaldojardim.com; http://faroleco.blogspot.pt

Fotos: Pessoais

25 comentários:

  1. Um post super completo, desta flor, que resulta tão bem em imagem...
    E as mais raras de encontrar são as de cor bourdeaux...
    Passando para deixar um beijinho, Maria, e votos de um bom fim de semana!
    Amanhã virei com mais tempo, espreitar as últimas novidades por aqui!
    Ana

    ResponderEliminar
  2. Aos amigos queridos: deixei um pequeno mimo no meu blog como agradecimento por toda a solidariedade que recebi nestes tempos tão difíceis.
    Quando puderem, por favor, passem por lá!
    Meu carinho a todos!
    Helena

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito Maria...mas é preciso cuidado aonde as planta pois invadem tudo com muita facilidade!
    Bj

    ResponderEliminar
  4. Que lindas e enfeitam canteiros e caminhos...beijos, lindo fds! chica

    ResponderEliminar
  5. Bom dia querida amiga aqui chamava-mos a estas lindas flores de chagas ,talvez porque o fácil crescimento que têm ,desejo-lhe um sábado muito feliz ,beijinhos no coração.

    ResponderEliminar
  6. Elas são muito lindinhas!
    Obrigada pelo carinho no meu aniversário, Maria!!
    Beijão

    ResponderEliminar
  7. Bom dia querida Maria!
    Como gostei de conhecer esta flor, vou procurar aqui em minha cidade, para plantar perto das minhas roseiras.
    Lindas fotografias.
    Grande beijo em seu coração e grata por sua doce visita.

    ResponderEliminar
  8. Belas flores com cores outonais. Amei

    Beijo, bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Hello Maria,
    wondeful pictures of all these beautiful flowers. Great!!

    Kind regards,
    Marco

    ResponderEliminar
  10. ✿゚ه° ·.
    Sou apaixonada pelo formato e pelas cores dessas flores que transmitem muita alegria.
    São fotogênicas e além de tudo tornan uma salada super convidativa!...
    Bom fim de semana com tudo de bom!
    Beijinhos.✿゚ه

    ResponderEliminar
  11. Flores muito belas, que não precisam de grandes cuidados, precisando apenas de grandes espaços. É como eu vejo sempre aqui, cara Maria, com as informações que nos traz, a Natureza é pródiga nessas maravilhas todas.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  12. Maria adorei sua visita, aproveito pra dizer que já sou seguidora do seu Blog há algum tempo.
    Achei muito válida as informações, não fazia noção que poderiam ser tão útil para protegerem outras árvores frutíferas.
    Um ótimo domingo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Uma graça Maria Rodrigues!
    Adorei o nome e as imagens.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  14. É quase uma planta invasora mas que dá belas flores.
    Um abraço e bom fim-de-semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  15. Olá querida, eu tenho cá em casa.Todos os anos elas voltam. Este ano percebi que elas estavam cheias de parasitas, lendo teu post entendi porque. Bom fim de semana, beijinhos

    ResponderEliminar
  16. É mesmo uma planta invasora com flores muito bonitas,alegram bem ui canteiro.
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Que lindas, embora seja do sul da América, eu não conhecia, são muito bonitas.
    Bom domingo

    ResponderEliminar
  18. Oi Maria!
    Essas flores são super delicadas e as cores são lindíssimas. Suas fotos conseguiram pegar toda beleza delas, parabéns!
    Bjssss amiga e um domingo muito lindo e abençoado p/vcs

    ResponderEliminar
  19. Oi Maria
    Com teus exímios clicks você captou toda a exuberância desta belíssima flor de nuances lindas e pétalas super delicadas
    Um domingo feliz e pleno de bênçãos
    Beijos

    ResponderEliminar
  20. Partilha encantadora, Maria!

    Apreciei muito (fotos lindas!..)!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  21. Eu também gostei demais da partilha , Maria . Obrigada . Beijos

    ResponderEliminar
  22. ✿ Que belas flores Maria! Aqui no Brasil estamos na Primavera, esta estação alegre, colorida e perfumada! Um feliz outono pra você e família! Bjs ✿

    ResponderEliminar
  23. Acho lindinhas as capuchinhas, cores vibrantes. Um belo e completo post, Maria.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.