terça-feira, 29 de março de 2016

Flores Silvestres - Corriola - Convolvulus arvensis




As suas flores são simples e belas.




São planta herbáceas perenes com características trepadoras.




Originários da Europa e da Ásia, pertencem à família Convolvulaceae, uma família de cerca de 60 géneros e mais de 1.650 espécies de trepadeiras na sua maioria herbáceas.





É conhecida entre outros nomes comuns por: corriola, corriola-campestre, corriola-mansa, erva-garriola, estende-braços, engatateira, garriola, trepa-trepa, verdeselha, bons-dias, madrugadas,




As suas flores são geralmente solitárias, em forma de trompete, com 1-2,5 cm de diâmetro, branco ou rosa pálido, com cinco listras radiais rosa ligeiramente mais escuras. Os caules destas plantas são geralmente sinuosos, daí o seu nome latino (de convolvere, "ao vento").





Apesar de produzir flores atraentes, muitas vezes é indesejável nos jardins pois como é uma erva daninha devido ao seu crescimento rápido, asfixia as plantas cultivadas.




São plantas que normalmente habitam bermas das estradas, pastagens e campos. Os seus densos tapetes invadem campos agrícolas e reduzem o rendimento das culturas.




Texto explicativo: Wikipedia;
Fotos: Pessoais

12 comentários:

  1. Maria é uma pena tanta beleza e suavidade serem de uma erva daninha, para você ver como é tudo relativo, num terreno baldio ela enfeita, num jardim tratado ela atrapalha kkkk. Fora a brincadeira gostei muito da postagem.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  2. Que lindas essas flores Maria Rodrigues!
    Bem delicadas.
    Bjs e um ótimo dia.
    Carmen Lúcia.

    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Maria!
    Fiquei encantada com a "Corriola", delicada e linda.
    Um abraço e felizes dias para você.

    ResponderEliminar
  4. Flor bonita, Maria, gostei de saber dela!
    Um abraço grande e boa 3a feira...

    ResponderEliminar
  5. Boa Tarde, querida Maria!
    Flores simples mas que encantam demasiadamente o coração... Singeleza divina...
    Bjm muito fraterno e pascal

    ResponderEliminar
  6. Maria
    A flor carriola, que desconhecia, é bem simples e bonita na verdade. Mas "como não há bela sem senão" Provém de planta nociva, a precisar de ser mondada, quando cresça em culturas. Visto pelo que dizes é planta endémica.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. É uma linda e graciosa erva daninha!
    Uma abençoada semana Maria!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  8. Lindas apesar de serem más para quem faz do campo o seu sustento ,muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Maria,
    Não conhecia essa flor, que é uma maravilha. Excelentes fotos. Parabéns.
    Uma boa semana.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  10. Uma flor muito bonita e delicada... que costumo encontrar por estes lados num misto de azul e roxo... mas realmente é uma trepadeira, implacável...
    Estão excelentes as imagens!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.