domingo, 13 de setembro de 2015

Veleiro






Mar  afora, mar adentro

  vai singrando um veleiro
quem dera ser passageiro
pra correr nas mãos do vento.

Mar adentro, mar afora
Como navega ligeiro
Cruzando este golfo inteiro
Nas cores vivas da aurora…

Aonde vais assim tão cedo
rumo à ilha do Arvoredo,
levando meu coração…?

Vou navegando contigo
meus olhos te seguem, amigo
perdidos na imensidão.


Manoel  de Andrade


17 comentários:

  1. Uma ótima escolha. Os versos de Manoel de Andrade são encantadores. Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Maria Rodrigues
    Parabéns pelo poema que nos trouxe. Adorei!

    Beijo, bom Domingo.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Linda escolha do poema, amei ler amiga Maria!
    Abraços e tenhas um lindo dia!

    ResponderEliminar
  4. -`✺´-
    Um doce sonho em forma de poesia!
    Imagem encantadora, em completa harmonia com a poesia.

    Que sua de semana seja doce e
    cheio de surpresas agradáveis!
    Beijinhos.
    -`✿´-

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria bom dia! Fiquei um pouco afastada e hoje ao retornar senti -me triste pela sua dor.
    Minha querida receba carinhosamente meu abraço de sentimentos...Que Deus conforte seu coração!

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Maria!
    Que sua semana seja iluminada....
    Bjks Loiva

    ResponderEliminar
  7. Lindíssimas escolhas, Maria...
    Navegando ao sabor das palavras e imagem... e acho que nem é preciso acrescentar mais nada!
    Um bom domingo! Na medida do possível... já que nestes primeiros dias, o coração ainda estará tão dolorido...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  8. Navegar nessa poesia é bom demais, Maria bom final de semana beijos.

    ResponderEliminar
  9. uma escolha perfeita e uma imagem muito bonita.
    obrigada e uma boa semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  10. Maria Rodrigues, soa muito bem este soneto de Manoel de Andrade, na verdade uma pérola de poesia.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. A observarão de um veleiro leva-nos até aos limites da imaginação.
    Um belo poema de Manoel de Andrade.

    Um beijinho e boa semana amiga Maria com o desejo que esteja um pouco mais conformada..

    ResponderEliminar
  12. Um belo momento de poesia querida amiga ,desejo-lhe uma semana cheia de felicidade,beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Olá Maria,que lindos versos.
    Eu amei.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  14. Tão suave e longa viagem...que me perdi no veleiro!
    Sempre belo!
    Beijinhos, Maria
    :)

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.