segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Cantiga de Praia


Estou sozinho na praia,
estou sozinho e não sei.
Que luz adormece a face
se em gritos já me afoguei?

Estou dançando na praia?
Estou dançando? Não sei.
Eu colho com as mãos da ausência
a rosa que não beijei.

Que luz chega do outro lado,
do outro rio, do outro mar?
Estou sozinho na praia...
Ó mundo, vamos dançar!

Alphonsus de Guimaraens Filho
  


7 comentários:

  1. Bom dia
    Poema fantástico! Adorei ler.

    Beijinho e uma excelente semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Maria
    Linda poesia
    Não a conhecia
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderEliminar
  3. A foto está fabulosa. Tb gosto da cantiga. : )

    ResponderEliminar
  4. A foto está fabulosa. Tb gosto da cantiga. : )

    ResponderEliminar
  5. Adorei a foto ,e o poema simplesmente magnifico ,beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde Maria!
    Muito lindo seu por do sol... Bjks Loiva

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.