sexta-feira, 1 de maio de 2015

Escada sem Corrimão





É uma escada em caracol
E que não tem corrimão.
Vai a caminho do sol
Mas nunca passa do chão.

Os degraus, quanto mais altos,
Mais estragados estão,
Nem sustos nem sobressaltos
Servem sequer de lição.

Quem tem medo não a sobe
Quem tem sonhos também não.
Há quem chegue a deitar fora
O lastro do coração.

Sobe-se numa corrida,
Corre-se p'rigos em vão.
Adivinhaste: é a vida
A escada sem corrimão.

David Mourão Ferreira 




7 comentários:

  1. Bom dia
    Muitos parabéns pelos versos que nos trás ... uma verdade! Lindo de mais

    Beijo e bom feriado

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. As escadas ?!... Deve-se construir escadas e pontes, pois são uma forma de unir.

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  3. Muito linda! bjs,m tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  4. Bonito. Tenha um ótimo feriado.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogdpot.pt

    ResponderEliminar
  5. Maria Linda foto e um belo poema adorei ler. Bom dia do trabalhador e bom fim de semana.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  6. Olá, Maria Rodrigues.

    A imagem da escada, é simplesmente: Maravilhosa e Deslumbrante.
    Os versos, encantadores.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Uma escada que por vezes encurvada.

    Partilha linda.

    Beijinhos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.