segunda-feira, 9 de março de 2015

Orquídea - Poema de Rosa Lobato Faria




Exótica e esplendorosa,
a orquídea é flor bizarra
que nos deixa intimidados.
Porque é que a mãe natureza
pôs nela tantos cuidados?

É linda como as mais lindas
mas não é nada modesta:
sabe ser a preferida
para uma noite de festa?

Mas as outras flores singelas,
sendo acaso menos belas,
não precisam ter ciúme.

Que afinal a natureza,
se às orquídeas deu beleza,
retirou-lhes o perfume.

Rosa Lobato Faria

2 comentários:

  1. Que belo poema querida!! A natureza e seu sempre equilíbrio... Nem faltando, nem passando. Amei!!
    Doce dia de ternuras... Bjs mil no seu coração!!

    ResponderEliminar
  2. A beleza das orquídeas emolduradas por um belo poema.
    Beijos.



    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.