sábado, 4 de outubro de 2014

Poeta - Poema de Saúl Dias




- Poeta errante,
de olhar vago e distante
e azul,
o teu perfil singular
recorta-se angular
ao norte e ao sul.

- Os teus fatos coçados
bate-os o vento
e leva-os aos bocados...

E os sapatos gastos
pedem grandes repastos,
abrem bocas, esfomeados.

(Nos bolsos, imagino
asas de borboletas,
molhos de folhas secas,
poeiras e papéis...)

- Poeta errante,
caem por terra os livros e a estante,
e as torres esguias das igrejas,
e as paredes velhas dos bordéis!...

- Poeta errante,
vamos dormir na sombra dos vergéis!...

Saúl Dias,






11 comentários:

  1. Uma escolha excelente. São tantos os poetas errantes. Basta terem o olhar infinito e uma alma cheia de amor.

    ResponderEliminar
  2. Um belo poema de Saúl Dias. Poeta errante...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Delicadamente lindo... Amei!
    Doce semana...Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Amiga, vc sempre nos recebendo com poemas lindos como esse...
    Parabéns!
    Bjsssss e uma semana iluminada p/vcs

    ResponderEliminar
  5. Oi querida Maria, que post lindo?
    Amiga, você e sua mãe estão bem? Espero que sim!
    Tenham uma ótima semana, beijos e fiquem com Deus!!

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria

    estou adorando ler as poesias que você escolhe para compartilhar além de lindas ainda nos dá a conhecer a vasta e rica literatura portuguesa.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Não conhecia o autor, mas me encantei com estes versos. Belíssima e sugestiva a imagem, muito bem escolhida!
    O poeta errante que traz nos bolsos asas de borboletas e molhos de folhas secas, poeiras e papéis, só deixa de ser um nômade quando se senta ao luar no mundo da poesia e se põe a versejar...
    Que tua semana venha inundada de sorrisos e estrelas.
    Com carinho,
    Helena

    ResponderEliminar
  8. Gostei da sua escolha.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  9. Oi Maria:)

    Um belo poema! Adorei:)

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Eu gostei do poema Saul Dias, Maria e por isso que uma tradução automática. Muito obrigado!
    Um beijo.:)

    ResponderEliminar
  11. ...muito bonito. Acho que todos temos algo de errante, ainda mais um poeta.
    Beijo.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.