terça-feira, 23 de setembro de 2014

VIVER É ....



…criar a vida a cada momento!

O mundo não tem sentido se não atribuímos a ele uma identidade.

Estamos nele como as árvores que nascem, crescem, reproduzem e produzem. Algumas árvores são atingidas pela maturidade, outras nem chegam a crescer, e outras já cansadas, pedem para descansar. Porém, Deus concede a cada uma sua dignidade e beleza, na sua condição. Assim é o ciclo da existência, assim é a Vida.

Viver é uma arte. A vida não está aí para ser apenas suportada, mas para ser vivida intensamente, elaborada e reprogramada a cada dia.

E no exercício de vive-la a cada dia, nos deparamos com perdas que passam a fazer parte de nossa história, de nossa família, comunidade e sociedade.


Sofrimento, pobreza, doença, abandono, morte – são ameaças numa sociedade cujos lemas parecem ser: agitar, curtir, não parar, não pensar, não sofrer.

A dor incomoda, a quietude perturba, o recolhimento intriga. Ninguém gosta de sofrer ou de ver o outro exposto ao sofrimento.

A perda de uma posição ou situação, do emprego, da pessoa amada, a perda da própria saúde e a morte são situações difíceis que nos causam medo.

As dificuldades de se lidar com as perdas são que, em primeiro lugar, não queremos perder nada; segundo, perder dói e não queremos sofrer; terceiro, precisamos de recursos internos para enfrentar a tragédia e a dor. Poderemos receber apoio, abraços e colo, mas a força decisiva terá de vir de nós.


Notamos que a tragédia faz emergir forças do interior de algumas pessoas. O mesmo sofrimento que derruba faz voltar a crescer.

Sob o golpe da notícia de uma doença grave, ou da partida de uma pessoa querida muitos caem num estado muito sério de não ver mais sentido em nada. A gente tem de se permitir sofrer, ou permitir que o outro sofra, pelo menos o tempo necessário. Não há como evitar a dor, e ela é importante desde que não nos paralise para o que ainda existe em torno de nós.

Com o tempo, a dor se consumirá em si mesma. E chegará o dia em que fora da dor emocional, a pessoa olhará para fora do quarto e verá a rua e sentirá que está viva. E, então, a vida brotará com novo vigor.


Texto do SITE: Momentosde Reflexão




17 comentários:

  1. Maria, minha querida, escolheste um belo texto, destes que nos enseja reflexões profundas. Sabemos que viver não é fácil, justamente pelos embates que encontramos pelos caminhos, mas que sabemos serem eles que nos fazem crescer como pessoa, pois nos dão a oportunidade de aprimorar nosso espírito. Também nos chegam ao longo da vida muitas situações que nos permitem enternecer o coração e perfumar a alma. Alegria e tristeza são sempre a face de uma mesma moeda. O importante é não esquecermos que lá de cima existe alguém que acompanha a nossa trajetória, que nos dá forças nos momentos difíceis e cujo coração também se alegria quando sabemos agradecer pela dádiva da Vida. O sofrimento faz parte desta caminhada, resta saber vivenciar o luto, a perda de alguém querido, e como bem disseste, um dia
    "a pessoa olhará para fora do quarto e verá a rua e sentirá que está viva. E, então, a vida brotará com novo vigor."
    Deixo sorrisos e estrelas brincando entre as flores que colhi nos jardins onde a Primavera já se faz presente em toda a sua exuberância, para alegrar as horas dos teus dias e dizer do meu carinho pela tua amizade,
    Helena

    ResponderEliminar
  2. Olá Maria,

    Um belo texto, ornamentado por lindas imagens.
    Viver é preciso. A vida compreende alegrias, mas também tristezas, e entre essas as mais doídas são as dores das perdas. E entre as perdas, creio que a pior é aquele de seres amados, cuja ausência machuca a alma. Há pouco mais de dois meses perdi minha mãe e uma cunhada. Sofremos, eu e meu marido, mas vamos caminhando devagar, procurando transformar a dor. Viver é também uma benção e não podemos desprezar a vida pelas dores que sofremos, pois ela também nos traz muitos motivos para sorrir. Além do mais, a vida é o nosso mais importante instrumento de crescimento e aprendizado. Destaco do texto a seguinte frase: "A vida não está aí para ser apenas suportada, mas para ser vivida intensamente, elaborada e reprogramada a cada dia".

    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. "A dor incomoda, a quietude perturba, o recolhimento intriga. "
    Adorei a reflexão! Bj

    ResponderEliminar
  4. oi minha amiga,

    a vida é renascer todos os dias,
    tentando driblar o que não nos faz bem...
    tentar olhar com outros olhos e ser feliz...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria!

    "Viver é criar a vida cada momento..."
    Grande verdade!
    E assim a gente vei levando a vida, não é?
    Entre a dor e o amor, a certeza e as incertezas, as alegrias e a tristezas.
    Menina, queria lhe dizer que o poeta Guilherme de Almeida é campineiro!
    Você publicou algo dele, não foi?
    Grande Guilherme!
    Cidadão campineiro, nascido na minha cidade.

    Bjksss

    ResponderEliminar
  6. Um belo texto, até porque tenho aprendido que a dor é opcional, de acordo com a ótica que olhamos os acontecimentos. Quando entendemos o sentido das doenças, das perdas, conseguimos enxergar além, mudar de rumo, encetar novos caminhos e buscar olhar tudo com outros olhos e aí a dor se dissipa.
    Beijos e ótimo dia!

    ResponderEliminar
  7. Acho que tudo acontece quando tem de acontecer. Afinal, a vontade de DEUS é soberana. A vida é feita de altos e baixos e temos de aceitá-la. Lindo texto. Realmente para reflexão.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  8. Olá querida Maria...
    Texto muito bom e profundo, uma reflexão da arte de viver...
    Viver feliz é um aprendizado que aprendemos com o Criador!
    Beijinhos... Boa noite...

    ResponderEliminar
  9. Maria! Mas a vida é sempre uma incógnita,nunca sabemos nada,mas também é melhor assim.Eu penso viver cada dia,sem fazer mal a ninguém,ajudar e partilhar o resto se verá.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Amiga Maria, viver tem muito que se lhe diga não é verdade ? Ter sabedoria para saber viver é algo que nem sempre atingimos.
    Excelente texto reflectivo e belíssimas imagens.
    beijinho

    ResponderEliminar
  11. Para derrotar a dor....temos aí um Outono maravilhoso, que
    pode inspirar o mais triste dos 'espíritos'
    Boa semana
    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Oi Maria
    A vida precisa ser um 'encantar-se sempre' sabendo superar momentos difíceis.
    Um belo texto que ajuda a refletir e acreditar que todo dia é um novo dia com novas oportunidades.
    um abraço

    ResponderEliminar
  13. Maria, texto profundo e reflexivo, viver é mesmo assim, temos de aprender, custe o que custar, a aceitar o que não podemos mudar!
    Perdas doem e muito, muitas vezes vivemos boa parte do nosso tempo por aqui, com medos das perdas, acho que é o que mais nos faz sofrer, portando temos de procurar entender isso!
    Abraços minha amiga, amei ler aqui e aproveito para agradecer o seu carinho lá no meu espaço!

    ResponderEliminar
  14. Maria texto maravilhoso esse, na vida temos que viver com a dor, mais temos forças para suporta-la, Maria beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
  15. Viver parece que cada um de nós, tem um jeito de explicar.
    A vida já é mais complicado mesmo para os cientistas.
    Para alguns é o tempo entre a concepção e a morte de um organismo. Para alguns filósofos é o fenômeno que anima a matéria. E por vai...Enfim, é como você diz no texto:" Viver é uma arte. A vida não está aí para ser apenas suportada, mas para ser vivida intensamente, elaborada e reprogramada a cada dia".
    Beijo!
    vitornani.blogspot.com

    ResponderEliminar
  16. Um texto reflexivo. Nos momentos felizes estamos a carregar baterias, na hora dor dispomos dessa energia acumulada e ela é uma fonte inesgotável de vida e nos trará de volta o sorriso e alegria.
    bjs. Obrigada pela visita .

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.