quinta-feira, 28 de agosto de 2014

É Assim a Música - Poema de Eugénio de Andrade


A música é assim: pergunta,
insiste na demorada interrogação
- sobre o amor?, o mundo?, a vida?
Não sabemos, e nunca
nunca o saberemos.
Como se nada dissesse vai
afinal dizendo tudo.
Assim: fluindo, ardendo até ser
fulguração – por fim
o branco silêncio do deserto.
Antes porém, como sílaba trémula,
volta a romper, ferir,
acariciar a mais longínqua das estrelas.



Eugénio de Andrade





8 comentários:

  1. Que lindo poema!
    Parabéns pelo belo post...
    Bjssss amiga

    ResponderEliminar
  2. Bonito poema! A música fala muito, diz coisas profundíssimas, assim como os versos poéticos...

    Um grande abraço, Maria... Beijinhos...j

    ResponderEliminar
  3. Linda esta poesia do Eugénio de Andrade!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Bom dia

    Maravilhoso como são todos os poemas de Eugénio de Andrade

    Deixo cumprimentos
    *******************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Bom dia

    Poema Fabuloso. Parabéns.

    Beijo e um dia Feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. oi minha amiga,

    a música é um alimento para a alma...
    adoro!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.