domingo, 16 de fevereiro de 2014

Da Música - Poema de Casimiro de Brito




A musica derrama-se
no corpo terroso
da palavra. Inclina-se
no mundo em mutação
do poema.

A música traz na bagagem
a memória do sangue; o caminho
do sol: Lume e cume
de palavras polidas.

A música rompe um rio de lava
por si mesmo criado. Lágrima
endurecida
onde cabem o mar
e a morte.

Casimiro de Brito





14 comentários:

  1. Realmente, um amigo meu, psicólogo, tinha razão quando falava na Lei das Séries: acho que nunca encontrara Casimiro de Brito na blogosfera e , agora, encontro poemas seus em dois dias consecutivos.Além de eu também postar sobre ele, que fez anos muito recentemente.

    Espero que os seus problemas aí em casa se estejam a resolver bem e deixo desejo de boa semana

    ResponderEliminar
  2. Um belo poema de um autor que muito admiro.
    Amiga como tenho estado ausente da blogosfera, espero e desejo que esteja tudo bem consigo e especialmente que sua mãe se encontre já recuperada.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  3. oi minha amiga,

    muito lindo,
    quase não lemos Casimiro de Brito por aqui...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Maria,

    Hoje vim lhe convidar a conhecer e, se desejar, acompanhar um novo espaço onde estou postando com outros amigos.
    O Infinito Particular não existe mais por problemas do próprio Blogger.
    O espaço é de excelente qualidade e de muito bom gosto.
    Sua visita me deixará imensamente FELIZ.
    Aguardo!!!
    http://refugio-origens.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Olá, Maria.

    Que postagem mais linda, o poema, a imagem, tua sensibilidade, tudo.

    Ótima semana para você!

    ResponderEliminar

  6. Olá amiga, vim desejar-lhe uma excelente semana.
    Beijos Marie.

    ResponderEliminar
  7. OI MARIA
    Como esta sua mãe? Passando para desejar um começo de semana bem, abençoado.
    '' Acredito na certeza de
    que não há limites para sonhar...
    Que a gente possa se reinventar,recomeçar, que a gente tenha coragem para mudar o caminho quando precisar....
    Que a gente aproveite os pequenos momentos.
    E que a gente descubra sempre quanto somos
    capazes de fazer o bem...
    Sobretudo, que a vontade de abraçar a vida
    nos envolva a todo instante e que a esperança
    nunca nos abandone...''
    Um beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  8. Oi, amiga Maria. Bom dia!! Dois belissimos posts. Agentileza e a música que toca o coração mais duro. Obrigada pelo carinho e partilha!! Desejo e peço sempre em minhas orações, saúde e paz para vc e toda familia. Que tudo esteja bem! Obrigada pelas flores! Levarei com carinho para o blog. Beijinhosssssssssssss !!

    ResponderEliminar
  9. Um poema lindíssimo. Adorei.
    Beijos
    Lita

    ResponderEliminar
  10. Música está sempre por trás de um poema e na alma de um poeta.
    Gostei. maria. Gostei muito.

    ResponderEliminar
  11. Faz um tempinho que nao leio Casimiro de Brito, que aprecio muito.
    A música é de fato algo delicioso para nossa alma _ aquieta alegra e dá vida ao ambiente ,
    abraços Maria

    ResponderEliminar
  12. Lindo...

    Cumprimentos
    ...................
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Olá, querida Maria
    A música nos reveste a alma de sentimentos bons quando ela é bem escolhida...
    Agora mesmo estou nisso...
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.