segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

De Que São Feitos os Dias? - Poema de Cecília Meireles




De que são feitos os dias?
- De pequenos desejos,
vagarosas saudades,
silenciosas lembranças.

Entre mágoas sombrias,
momentâneos lampejos:
vagas felicidades,
inactuais esperanças.

De loucuras, de crimes,
de pecados, de glórias
- do medo que encadeia
todas essas mudanças.

Dentro deles vivemos,
dentro deles choramos,
em duros desenlaces
e em sinistras alianças...

Cecília Meireles



10 comentários:

  1. E os dias são feitos disto e daquilo
    Do que gostamos e amamos
    E de tantas coisas que nos fazem sofrer...

    Um poema que nos faz repensar a vida.

    ResponderEliminar
  2. Poema bonito e reflexivo demais! Cheio de verdades e introspecções!!!

    Os dias também são feitos de alegrias, felicidades e VIVAS ESPERANÇAS...

    Beijinhos e saudades................................................................................

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema, Ah Cecília Meireles quanta riqueza em suas palavras reflexivas.
    Boa tarde querida e beijinhos para ti.

    ResponderEliminar
  4. Oi amiga, lindo poema!
    Amo Cecília!
    Beijos e uma semana maravilhosa!

    ResponderEliminar
  5. Olá, Maria!
    Belo poema de Cecília Meireles, que nos desperta para as tensões e dificuldades do nosso dia a dia...
    Saudações amigas,
    J

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema enquadrado numa linda imagem!!!!
    beijinho minha querida!!
    anacosta

    ResponderEliminar
  7. Olá Maria! Lindo poema este da Cecília Meireles. Ótima escolha.

    Beijos,

    Furtado

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria:
    As poesias de Cecilia Meireles, são sempre bem vindas para todos os momentos de nossa vida, pois conseguem falar de nossas tristezas e alegrias como se fossem dela.
    Ótima escolha.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria:
    As poesias de Cecilia Meireles, são sempre bem vindas para todos os momentos de nossa vida, pois conseguem falar de nossas tristezas e alegrias como se fossem dela.
    Ótima escolha.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  10. Maria,

    Obrigada por trazer um poema de uma das melhores escritoras!

    Adorei.

    Bjs

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.