sexta-feira, 19 de abril de 2013

A dança e a alma




A dança? Não é movimento
súbito gesto musical
É concentração,num momento,
da humana graça natural

No solo não, no éter pairamos,
nele amaríamos ficar.
A dança-não vento nos ramos
seiva, força, perene estar
um estar entre céu e chão,
novo domínio conquistado,
onde busque nossa paixão
libertar-se por todo lado...

Onde a alma possa descrever
suas mais divinas parábolas
sem fugir a forma do ser
por sobre o mistério das fábulas

Carlos Drummond de Andrade





12 comentários:

  1. Oi Maria!
    Sempre adorei dançar, agora as pernas não ajudam...rsrs, mas já fiz tudo que foi possível fazer.
    Dançar é como voar sem asas na nossa imaginação, você pode pairar até nas estrelas numa sinfonia de mozart.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  2. Tus entradas Maria, son excepcionales, deslumbra la buena calidad y elección al publicar.
    Te dejo un abrazo, bonita noche!

    ResponderEliminar
  3. oi Maria,

    que delicia que é dançar,
    eu adoro!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. LINDO DEMAIS, Amiga Maria!!!
    A Dança e a Alma... A alma , dimensão tão sublime do ser humano, dançando assim como na poesia experimenta a liberdade de ser e vencer!...

    Beijinhos e carinho

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria.
    Que lindo texto e a foto fantástica. Parabéns.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  6. Amiga Maria

    É sempre bom nos ser servida poesia de Drummond de Andrade, de cuja poesia sou admirador,

    Beijos de amizade

    ResponderEliminar
  7. Considero Drummond um grande poeta. Daí a maestria com que poetisa a dança. Nunca aprendi a dançar, mas a música põe-me sempre o corpo a mexer, mesmo que seja com a graça de um elefante.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Maria muita paz, linda poesia, muito bem escolhida, como sempre compartilhar conosco. Desejo que a sua querida mãe tenha melhorado, Um abraço grande, Celina.

    ResponderEliminar
  9. Obrigada Maria!
    Como sempre, vc presenteia a blogosfera com uma imagem linda...
    Essa vem ilustrar um poesia que faz a alma dançar.

    Abração
    Jan

    ResponderEliminar
  10. Excelente escolha esta de Carlos Drummond.
    Bom fim de semana minha querida amiga

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.