segunda-feira, 15 de abril de 2013

A arte nos Relógios de Bolso




Os relógios de bolso antigos sempre me fascinaram. Lembro-me de quando ir passar férias, ver em casa do meu avô paterno, uma caixa cheia de antigos relógios que já não trabalhavam, mas que ele continuava a guardar. Adorava quando ele deixava que eu lhes pegasse podendo-os assim, observar na minha mão. Hoje vamos divagar pela beleza e arte dos relógios antigos.




O relógio é utilizado como medidor do tempo desde a Antiguidade, em variados formatos. É uma das mais antigas invenções humanas. 




Os primeiros relógios só tinham um ponteiro, o das horas, o ponteiro dos minutos apareceu no final do século 17. Eram utilizados presos à roupa ou usados numa corrente ao redor do pescoço.




O rosto do relógio não estava coberto com vidro, mas geralmente tinha uma tampa de latão articulada, muitas vezes decorativamente perfurada com grades para que o tempo pudesse ser lido sem abertura.  





Os primeiros relógios utilizados foram os relógios de bolso.




Eram muito raros e tidos como verdadeiras joias, pois poucos tinham o privilégio de ter um. Os relógios de bolso eram símbolo da alta aristocracia. 




Foi por volta de 1504, que Peter Henlein, na cidade de Nuremberga, fabricou o primeiro relógio de bolso, denominado pela forma, tamanho e procedência, de Ovo de Nuremberga. Até ao final do século, houve uma tendência para relógios de formatos incomuns em forma de livros, animais, frutas, estrelas, flores, insectos. ou cruzes. 





Os estilos mudaram a partir do século 17 e os homens começaram a usar relógios de bolso em vez de pingentes, tendo este estilo permanecido nos relógios de mulher até ao século 20. 





Para caber no bolso, a sua forma evoluiu para a forma típica pocketwatch, arredondado e achatado, sem bordas afiadas. Foi utilizado o vidro para cobrir a face do relógio por volta do inicio de 1610. 




Os relógios de bolso (ou pocketwatch) tinham, geralmente, uma cadeia em anexo, que lhes permitia ser presa a um colete, lapela ou cinto, para impedir a sua queda. Os relógios das mulheres eram normalmente mais decorativos sendo frequentemente decorados com pedras preciosas, prata ou possuindo lindos pingentes.




Até a segunda metade do século 18, os relógios eram artigos de luxo, estando altamente valorizados.





Os séculos séculos 18 e 19 foram alguns dos mais importantes períodos iniciais no design de jóias, nomeadamente de relógios.  





A era vitoriana foi a altura do romantismo, prosperidade e sentimentalismo, temas que se traduziam para os projectos de jóias do dia-a-dia.




Os relógios de bolso foram o tipo mais comum de relógio até aos relógios de pulso se tornarem populares após a I Guerra Mundial.

Fontes e Fotos: Wikipedia;email recebido; outros net.



8 comentários:

  1. oi Maria,

    adoro,
    lindos e nostálgicos,
    me fizeram lembrar do meu avô...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. BONITA EXPOSIÇÃO MARIA!!!

    NA FAMÍLIA HAVIA UM QUE FICOU PARA O MEU FILHO!!!
    ERA UM EXEMPLAR SIMPLES A BELEZA POUCA,,,, O VALOR APENAS SENTIMENTAL POIS ERA DE UM TIO AVÔ!!!

    PARABÉNS 1 BEIJINHO E DESEJOS DE LINDA E ALEGRE SEMANA!!!

    LÍDIA

    ResponderEliminar
  3. É de ver as horas....a cada minuto....!!!
    Boa semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Belíssimos relógios, um luxo!!! Adorei!
    Boa semana querida, beijos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  5. Muito interessante este post.
    Alguns dos exemplares são uma maravilha.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  6. lindos são lembranças de um tempo magico,verdadeiras obras de arte
    uma linda postagem amiga desejo que tenhas uma linda semana,bjs marlene

    ResponderEliminar
  7. Lindíssimos, verdadeiras jóias...adorei o post!
    bjus!

    ResponderEliminar
  8. Lindos Maria! Parabéns pelo belo post.
    Abraços e uma semana de muita paz.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.