domingo, 24 de fevereiro de 2013

Hino de Caridade



Ainda que eu fale a língua dos anjos
Se não amo os meus irmãos
Sou como um sino a ressoar
Se não tiver em mim a caridade

Se eu conhecer todos os mistérios
Mas não amo os meus irmãos
Sou um metal a ressoar
Se não tiver em mim a caridade

Se a minha fé transpuser montanhas
Mas esqueço os meus irmãos
Nada me vale, eu nada sou
Se não tiver em mim a caridade

A caridade tudo sofre e crê
Tudo espera, tudo suporta
Não pensa mal, nunca se irrita
Se não tiver amor eu não sou nada

Agora vemos com num espelho
Mas depois vemos face a face
Agora a fé, agora a esperança
Mas a maior é sempre a caridade

Cântigo Religioso



9 comentários:

  1. Nem sempre conseguimos entender este hino à caridade, ou então é um programa demasiado exigente neste presente cheio de tantas e tão variadas propostas.

    A caridade perdoa. Fico com este pensamento para ver se sou capaz de amar mais aqueles que não pensam nem querem usar a caridade como moeda de troca comercial/humana.

    ResponderEliminar
  2. Lindo cântico! Ótima semana,beijo,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Cântico muito lindo... Amo este texto da Bíblia: 1Coríntios 13, O AMOR É TUDO!
    ABRAÇOS E BEIJINHOS, PRECIOSA AMIGA MARIA......................

    ResponderEliminar
  4. Belo e exigente programa de vida este não é amiga?Soube-me muito bem encontrar aqui uma página de esperança neste tempo conturbado que vivemos.Um bom resto de domigo e uma boa semana.BEIJINHOS

    ResponderEliminar
  5. Minha amiga Maria.
    É com gosto e alegria que aqui retorno para mais uma vez sair alegre.
    Pois palavras como estas do hino, vem dar alento a minha alma, e creio que de muitos.
    É triste ver tanta coisa ruim, aqui, alí, e acolá, acontecendo...
    Que Deus nos cubra com sua graça.
    Um abraço fraterno.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Minha querida Maria

    Um lindo cântico de fé e esperança.Adorei e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  7. Amiga Maria

    O poema como todos os cantos reliogiosos (cantei bastantes), é importantemente, valioso a demonstar uma boa opção. De realçar a ilustração.
    Beijos de amizade

    ResponderEliminar
  8. Gostei deste seu trabalho cheio de luz e arte.
    Sua publicação está ótima, parabéns.
    Cumprimentos.
    http://umraiodeluzefezseluz.blogspot.com

    ResponderEliminar


  9. Oi, Maria

    Esse Cântico é muito bonito e Renato Russo poetizou uma frase e fez uma linda música Monte Castelo:

    Ainda que eu falasse
    A língua dos homens
    E falasse a língua dos anjos,
    Sem amor eu nada seria...

    Um abraço

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.