quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Cisnes


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!



Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.


Hoje vamos conhecer um pouco melhor: Os Cisnes


Foto:cisne_services.flikie.com

Classe: Aves
Ordem: Anseriformes
Família: Anatidea
Género: Cygnus


Os cisnes são aves lindas e elegantes que sempre me encantaram.


Foto: Foto: 1ms.net


A palavra "Cisne" é oriunda do grego kyknos, através do latim cycnu, do latim vulgar cicinu, do francês antigo cisne e do francês moderno cygne.


Foto: Foto: 1ms.net


A sua distribuição geográfica é diversificada, sendo os cisnes do hemisfério norte brancos, enquanto que os do hemisfério sul apresentam plumagem por vezes colorida. São caracterizados pelo longo pescoço e por patas curtas.


Foto: Wikipedia_Arpingstone

Os cisnes formam casais monogâmicos e constroem ninhos onde chocam entre 3 a 8 ovos.


Foto: Foto: 1ms.net

Foto: Picasa_Robot


Se a nidificação falha, é comum os membros do casal procurarem outro parceiro.


Foto: 1ms.net

ESPÉCIES:

Cisne-negro (Cygnus atratus)
É a ave oficial do estado da Austrália Ocidental. Podem-se encontrar em todos os estados da Austrália. O animal adulto pode pesar até 9 kg. Ao contrário de muitas outras aves aquáticas, os cisnes negros não têm hábitos migratórios.


Foto: 1ms.net


Passam a sua vida no local onde nasceram. Nidificam em grandes aterros que constroem, no meio de lagos poucos profundos. Os ninhos são utilizados de ano para ano, reparando-se e reconstruindo-se quando necessário. O ninho está tanto ao cuidado do macho quanto ao cuidado da fêmea. Quando as crias já estão aptas para nadar, com a sua plumagem definitiva, é comum ver famílias inteiras em busca de alimento nos lagos.

Foto: Wikipedia_ Looking Glass

Cisne-branco (Cygnus olor)
É uma espécie de cisne nativa da Eurásia. É uma ave não migratória, mas foi introduzida na América do Norte e noutras regiões como animal ornamental de jardins.


Foto: 1ms.net


Quando adultos, o cisne-branco tem em média entre 125 a 170 cm de altura, com uma longa extensão de asas que variam de 200 a 240 cm. O macho tem um peso médio de cerca de 12 kg e as fêmeas mais de 8 kg.


Foto: Wikipedia_Sanchezn


Aves jovem, chamada cygnets, não são brancos e brilhantes como os adultos, bem como a seu bico é preto, e não laranja.

Foto: king-animal.blogspot


Cisne-de-pescoço-negro (Cygnus melanocoryphus)
O cisne-de-pescoço-preto pode figurar na lista das preciosidades ornitológicas. Distribuído pelo sul do Brasil e Chile, é também encontrado no Uruguai, Paraguai, Argentina, Terra do Fogo e Ilhas Malvinas. Sendo um pouco menor que seus parentes do hemisfério norte, o cisne-de-pescoço-preto atinge 1 m de comprimento; é todo branco, com exceção da cabeça e do pescoço, que são pretos. É uma ave gregária e de hábitos sedentários. Vive perto das lagoas e, particularmente, próximo ao mar, alimentando-se de plantas aquáticas. É excessivamente arisco e, quando pressente o perigo, levanta vôo com grande alarido.


Foto: Wikipedia_Jeffdelonge

Os ninhos são normalmente construídos perto da água, em vegetação grossa. Utilizam muitos paus e palhas para cobrirem os ovos. A fêmea põe entre três a seis ovos que eclodem após 36 dias de incubação. São muito bons pais. Por vezes avista-se os filhotes passeando em cima das costas dos pais.


Foto: http://www.chileanfarmholidays.com/lagunatorca.html


Cisne-trombeteiro (Cygnus buccinator)
É a maior ave natural da América do Norte, com os machos medindo entre 145 a 163 centímetros de comprimento e pesando 11,8 kg e fêmeas entre 139 e 150 centímetros e pesando cerca de 10 kg. A envergadura, nos machos, pode chegar próximo dos 3 metros de comprimento.




A plumagem é uniformemente branca, o bico é negro marcado por uma coloração rosada na linha da boca, e as patas são curtas e pretas. Os juvenis são acinzentados e sua plumagem torna-se branca após um ano.


Foto: Wikipedia_ Ltshears


Cisne-pequeno ou cisnes-da-tundra (Cygnus columbianus bewickii)
É uma ave que nidifica no Ártico, mas que migram para longas distâncias a fim de passarem o inverno na Europa, China, Japão e Estados Unidos. As crias acompanham os pais nessa migração com apenas 3 meses de idade.


Foto:Wikipedia_ Adrian Pingstone

Cisne-bravo (Cygnus cygnus)
É um cisne nativo do hemisfério norte. É o animal nacional da Finlândia e aparece nas moedas finlandesas de 1 euro. O cisne-bravo é idêntico em aparência ao cisne-de-bewick. Contudo, é maior, o seu comprimento é de 140 a 160 cm, suas asas de 205 a 235 cm e um peso que alcança 8 a 15 kg.


Foto: Wikipedia_ Pascal Aleixandre


Fontes e Fotos:  Wikipedia; services.flikie.com; http://king-animal.blogspot.pt/; http://www.chileanfarmholidays.com/; Picasa; 1ms.net; http://www.lrwc.net/conservation.html;


Foto: Picasa_Poppy

“A Terra provê o suficiente para as necessidades de todos os homens, mas não para a voracidade de todos.” (Mahatma Gandi)
.

10 comentários:

  1. Olá Maria!
    Ainda bem que os cisnes existem para nosso deleite.
    São ,todos eles magníficos, elegantes e de uma grande beleza. Gostei imenso de ler a tua postagem e admirar as fotos.
    Um abraço.
    M. Emília

    ResponderEliminar
  2. Que lindo reportaje que animales mas bonitos son los cisnes.
    Saludos y abrazos

    ResponderEliminar
  3. Bom dia querida !!!!
    Imagens grandiosas e de poder seus posts da qual sou uma eterna admiradora...
    bjsssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  4. Adorei conhecer mais e mais sobre eles, tão lindos!! beijos,chica

    ResponderEliminar
  5. oi minha amiga,

    que beleza de post,
    os cisnes são realmente 12 kilos de pura elegância
    e beleza...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria bom dia!
    Que bela postagem querida, adorei conhecer um pouco mais sobre os cisnes e admirar
    essas imagens maravilhosas!
    Um abraço com carinho.

    ResponderEliminar
  7. Adorei sempre os cisnes brancos,
    Mas também gostei dos negros quando os conheci.
    Porém pouco conhecia deles , a não ser a beleza nobre do seu porte nadando nos lagos.
    Todas as outras espécies fiquei a conhecê-las através desta admirável postagem, que agradeço.
    maria

    ResponderEliminar
  8. Mais uma preciosa postagem que nos ofereces Maria! obrigada
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Assim é, o mais belo sempre se encontra na natureza.
    Que maravilha! Cada imagem, merece momentos de reflexão, cativa, deixa antever o pouco que somos ante algo tão imenso, por belo!
    As aves, uma paixão que nunca pude reter com a minha câmara, sobre tudo as mais nervosas, por diminutas.
    Cisnes são beleza que se deixa fotografar. Gosto.
    Um abraço bem grande

    ResponderEliminar
  10. Minha querida

    Mais uma postagem maravilhosa...fiquei sem palavras.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.