quarta-feira, 11 de abril de 2012

A Criança Que Ri na Rua - Poema de Fernando Pessoa


A CRIANÇA que ri na rua,
A música que vem no acaso,
A tela absurda, a estátua nua,
A bondade que não tem prazo -

Tudo isso excede este rigor
Que o raciocínio dá a tudo,
E tem qualquer cousa de amor,
Ainda que o amor seja mudo

Fernando Pessoa


14 comentários:

  1. Boa, noite Maria. Lindo poema de Fernando Pessoa. Lindo post! È um dos meus poetas preferidos. Linda imagem! Tenha ótimos dias. Bjos carinhosos!

    ResponderEliminar
  2. F.Pessoa, excelente como sempre.

    Então neste poema, excede-se.

    Bjs

    Olinda

    ResponderEliminar
  3. Poema encantador, desejo um bom dia para ti! beijos

    ResponderEliminar
  4. Excelente este seu post, amiga!

    O meu beijo de perabéns!!

    ResponderEliminar
  5. LINDOPOEMA MINHA QUERIDA MARIA POIS NADA HÁ DE MAIS LINDO QUE O SORRISO DE UMA CRIANÇA A ENCANTAR O MUNDO PARABENS AMIGA POR SUA SENSIBILIDADE
    PROFUNDA QUE NOS ENTERNECE A CADA VISITA EM CADA LEITURA OU APRECIAÇÃO
    DESUAS POSTS BJS COM CARINHO MARLENE

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde amiga Maria,
    com saudades de você a venho visitar
    Depois de ter lido esta linda poesia
    Meu comentário vou deixar.

    Criança inocente,
    Na rua a sorrir
    Pequena mas sente
    Quando o frio está a vir!

    Sem amor e carinho,
    Muitas ao abandono vivem
    Vagueando pelo caminho
    sem pão para comerem!

    Nos olhos de uma criança
    Maldade alguma não haver
    Com sorrisos de esperança
    Lindos olhos brilho ver!

    Desejo uma feliz tarde para você.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  7. Maria minha doce amiga.Lindo Poema! Fernando Pessoa é genial.Amei.
    Tenha dias abençoados.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  8. Sempre em grande! Fernando Pessoa!
    Adoro!

    ResponderEliminar
  9. Maria minha querida
    Excelente escolha, como sempre!
    É compensador ver o sorriso de uma criança.

    Beijinh e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Muito bom, muito lindo!
    Muitos abraços para você, Maria...

    ResponderEliminar
  11. Maria, boa noite!
    Este poema é absolutamente fantástico, também gosto de ler Fernando Pessoa!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  12. Que lindo Maria! encantadora imagem.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Querida Maria bom dia, não há nada de mais belo que uma criança feliz, o seu sorriso mostra a sua felicidade, um abraço querida amiga. Celina

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.