quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Saber Viver - Poema de Cora Coralina





Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:

Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar

Cora Coralina




20 comentários:

  1. Olá, amiga. Quanta emoção nesse belo poema Maria. Obrigada amiga pela partilha! Nesse momento há uma noite linda lá fora... uma lua maravilhosa inrradiando a noite no céu salpicado de estrêlas dando sentido a vida. Querida sou eu que tenho que agradecer sua amizade, apoio e sempre palavras carinhosas. Vc é maravilhosa não deixo de repetir! Bjos. òtimos dias! Adorei a mensagem.

    ResponderEliminar
  2. Magnífico..."o que dá sentido à vida!"
    Te abraço
    BS

    ResponderEliminar
  3. Olá, sou um autor e estive por aqui lhe visitando, e, digo-lhe de passagem, gostei muito do blog, tanto que já sou seu seguidor. Dê-me a honra e visitei o meu! Quem sabe, minhas obras lhe agradem!
    Um abraço,
    J.R.Viviani
    http://vendedordeilusao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Oi Maria,
    lindo poema da Cora...



    Abraços, saúde e muita paz!


    =D



    ResponderEliminar
  5. Querida Maria,
    gosto muito de Cora Coralina! A sua história de vida é linda, passou por muitos sofrimentos que a tornou uma grande e simples poetisa...
    Obrigada pelo belo comentário em Vida & Plenitude!
    Um Bom Dia...

    Anete

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria!
    SABER VIVER...Que belo poema!!!
    Parabéns pela escolha...

    Beijinhos de carinho e amizade,
    Lourenço

    ResponderEliminar
  7. ÓLA MINHA QUERIDA MARIA QUE POEMA MEIGO E CHEIO DE DOCURA DA QUERIDA CORA CORALINA,ADORO ESTA POETIZA QUE NOS ENCANTA SEMPRE COM SUA DOCURA E SENCIBIIDADE LINDO QUERIDA OBRIGADA POR PARTILHAR UM ABRAÇO COM
    CARINHO BJS MARLENE

    ResponderEliminar
  8. Querida, saber viver é uma arte.Adoro Copra Coralina e este seu poema é lindíssimo.
    Parabéns pelo belo post.Tenhas um final de semana gostoso, suave e feliz.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  9. oi Maria,

    Cora Coralina é espetacular,
    e você com toda a sua sensibilidade nos
    presenteou com essas palavras maravilhosas...
    obrigada minha amiga!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Tenho-me esforçado tanto para saber viver mas, é tão difícil!!!!!
    Será que ainda vou aprender?
    Quando chegamos a uma determinada idade julgamos que já sabemos tudo. Por mim, continuo a tentar saber mais e mais. Pode ser que um dia aprenda a "saber viver".

    Obrigada, amiga, por mais este contributo

    ResponderEliminar
  11. Aprender a viver é um aprendizado constante, o qual busco incessavelmente.

    Paz e bem!!!

    Leandro A. Ruiz

    www.lleandroaugustto.blogspot.com

    www.eu-e-o-tempo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Olá Maria! Passando para agradecer a honrosa visita e o gentil comentário, bem como apreciar este belo poema da Cora Coralina. Ótima escolha.

    Beijos,

    Rosemildo Furtado

    ResponderEliminar
  13. E viver intensamente é apreciar e absorver palavras mais que benditas como as da poetisa Cora.
    Um abraço minha amiga, por mais esse momento que torna minha vida mais leve.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  14. olá
    já tinha lido alguns poemas da Cora, mas não conheço bem,
    brigada por partilhar e me ajudar a conhecer um pouco mais das palavras bonitas que se escrevem na nossa língua

    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Maria
    Seria tão mais agradável a vida se conseguíssemos por em prática estes ensinamentos!
    E parece tão simples...
    Beijinhos
    Lourdes

    ResponderEliminar
  16. Cora Coralina, quanta riqueza. Quero mesmo atrasada deixar o meu carinho para sua mãezinha, parabéns a ela sim. Beijinhos carinhosos querida e tenha um lindo final de semana.

    ResponderEliminar
  17. Nada nessa vida se perde, nada é o acaso,
    mesmo que sementes de fé e amor sejam jogadas em solo árido como o do deserto,
    na hora propícia o vento as levará para terra fértil,
    em algum oásis irão brotar, como João Batista,
    que pregou no deserto, mas suas palavras foram para oásis seguros,
    apenas aqueles que além de áridos também estavam impregnados pelas ervas daninhas
    que sufocaram as suas sementes e usaram de seu poder para calar a sua voz.
    Por isto acredito que sempre valerá a pena, a luta nunca será em vão.
    Luconi...
    Deus abençoe seu carinho comigo
    Um lindo final de semana beijos e carinhos meus.
    Evanir..
    Te amo amiga querida (MARIA)

    ResponderEliminar
  18. *
    adorne,
    a Carolina
    num poema,
    que me ocorre,
    palavras que eu adore,
    desejos que me saciam,
    ilusões que promovem !
    ,
    contagiadas conchinhas ,
    dou-te,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  19. Olá, Maria.

    Sempre menciono trechos desse poema em algo particular que tenho... É para mim muito especial.

    Bjs
    Chris

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.