quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Poema do Amigo José António





Olha em teu redor e sente
A vida sempre a se renovar
Vê com atenção ela não mente
Pois está sempre a despontar

Não há contrário para a vida
O oposto de morrer é nascer
E para torná-la mais querida
Sente o que está a acontecer

Vida nasce do NADA e é TUDO
O antes, o depois e o AGORA
E se já o pressentes contudo
Vive-a sempre hora a hora

Hoje visitei-te entusiasmado
Quis estar e também ser contigo
Neste meu tão sereno voo alado
Deixo esta semente a um amigo(a)

Que este ano que agora começa
Lhe traga felicidade para o SER
E que nada, mas nada a impeça
De a Luz Profunda querer VER

Um abraço

José António

Poema deixado aqui no meu humilde cantinho pelos amigos Isabel e José António do blog "Poesia Viva", um cantinho lindissimo onde as poesias do José António de mãos dadas com as fotografias da Isabel, encantam a nossa alma. Merece sem sombra de dúvidas uma visita.

Obrigado Amigos





Ser poeta é transmitir nas palavras toda a magia que vai no coração e tocar assim a alma de quem lê.

4 comentários:

  1. BOM DIA DOCINHO SAUDADES COMO SEMPRE SEU CANTINHO TA LINDO...
    Abra a janela do seu...
        coração e deixe entrar por ela tudo
       de mais lindo como...
       AMOR,PAZ e AMIZADE
    enfim tudo que venha tornar
       voce extremamente feliz!
    Pois Deus te deu a vida...
    e sua vida tem que ser vivida
    sempre com toda... Felicidade!
    bjos no seu ♥de marcia

    ResponderEliminar
  2. Poema belíssimo, o do seu amigo José António, de inspiração magnífica.
    A vida produz os seus efeitos e renasce de novo. Ninguém sabe se vive para morrer ou se morre para renascer.
    Bjis,
    J

    ResponderEliminar
  3. querida maria, que poesia mais linda.do seu amigo José Antonio, um abraço fraterno Celina.

    ResponderEliminar
  4. Querida Amiga Maria,

    Muito obrigado por ter feito um post com o poema que lhe deixei. Quanta honra.

    Felicidades.

    José António

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.