quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

♫ Padam padam - Edith Piaf ♫





Cet air qui m'obsède jour et nuit
Cet air n'est pas né d'aujourd'hui
Il vient d'aussi loin que je viens
Traîné par cent mille musiciens
Un jour cet air me rendra folle
Cent fois j'ai voulu dire pourquoi
Mais il m'a coupé la parole
Il parle toujours avant moi
Et sa voix couvre ma voix

Padam...padam...padam...
Il arrive en courant derrière moi
Padam...padam...padam...
Il me fait le coup du souviens-toi
Padam...padam...padam...
C'est un air qui me montre du doigt
Et je traîne après moi comme un drôle d'erreur
Cet air qui sait tout par cœur

Il dit: "Rappelle-toi tes amours
Rappelle-toi puisque c'est ton tour
'y a pas d'raison pour qu'tu n'pleures pas
Avec tes souvenirs sur les bras...
" Et moi je revois ceux qui restent
Mes vingt ans font battre tambour
Je vois s'entrebattre des gestes
Toute la comédie des amours
Sur cet air qui va toujours

Padam...padam...padam...
Des "je t'aime" de quatorze-juillet
Padam...padam...padam...
Des "toujours" qu'on achète au rabais
Padam...padam...padam...
Des "veux-tu" en voilà par paquets
Et tout ça pour tomber juste au coin d'la rue
Sur l'air qui m'a reconnue
...
Écoutez le chahut qu'il me fait
...
Comme si tout mon passé défilait
...
Faut garder du chagrin pour après
J'en ai tout un solfège sur cet air qui bat...
Qui bat comme un cœur de bois...


Tradução

Padam... Padam...

Esta melodia que me deixa obcecada dia e noite
Esta melodia não nasceu hoje,
Vem de tão longe quanto eu venho,
Arrastada por cem mil músicos.
Um dia essa melodia me deixará louca
Já quis dizer cem vezes por que,
Mas, ela me cortou a palavra,
Ela sempre fala na minha frente
E sua voz cobre minha voz

Padam...padam...padam...
Ela chega correndo atrás de mim
Padam...padam...padam...
E me apanha com aquele "você se lembra?"
Padam...padam...padam...

É uma melodia que me aponta o dedo
E arrasto atrás de mim, como um estranho erro,
Esta melodia que sabe tudo de cór.

Ela diz: "Lembra-te de teus amores.
Lembra-te, que é tua vez,
Não há razão para que não chores
Com suas lembranças nos braços"

E eu revejo as que restam
eus vinte anos falam alto,
Vejo os gestos que se debatem,
Toda a comédia dos amores
Nessa melodia que prossegue sempre

Padam...padam...padam...
Os "eu te amo" de 14 de julho
Padam...padam...padam...
Os "sempre" que se compram com desconto
Padam...padam...padam...
Os "se quiseres" aos montões
E tudo isso para dar, bem na esquina,
Com a melodia que me reconheceu.

Escutem a balbúrdia que ela me faz,

Como se todo o meu passado desfilasse.

É preciso guardar (um pouco de) tristeza para depois
Tenho todo um solfejo desta melodia que bate...
Que bate como um coração de madeira...

Edith Piaf




"A música é capaz de reproduzir, em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria." (Ludwig van Beethoven)"

13 comentários:

  1. Minha querida

    Adoro Edith Piaf, e esta música é linda...como todas dela.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. ..."Toute la comédie des amours
    Sur cet air qui va toujours..."

    Li e li a tradução e ia ouvindo: realmente a dor... a dor...está bem visível...
    Não conhecia bem esta canção. Grata por teres partilhado. Conheço muitas dela mas desta tinha apenas a vaga ideia do refrão...
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  3. BOA TARDE QUERIDA

    Amigos, é com muito carinho que venho agradecer a todos por cada mensagem, por cada palavra, por cada gesto, por cada presente, em fim, a todos que carinhosamente gastaram um tempinho do seu dia pra me desejar feliz aniversario, deu certo, pois foi um dia muito feliz mesmo…
    Aos que ligaram…
    Aos que se atrasaram…
    Aos que não puderam estar “on-line”.
    Deus dê em dobro tudo que me desejaram!
    Sou uma pessoa muito feliz, feliz mesmo…
    Pois tenho pessoas maravilhosas que me cercam…
    Uns bem de perto…
    Uns de longe…
    Outros de beeeem longe…
    Não importa a distância e sim o carinho…
    Isso é um presentão de Deus pra minha vida…
    Obrigado a todos!
    "Há pessoas que transformam o Sol numa simples mancha amarela.
    Mas há, também, aquelas que fazem de uma simples mancha amarela, o próprio Sol."
    (Picasso)
    * O meu maior desejo, é poder transformar as manchas amarelas na vida daqueles a quem amo no Sol mais lindo que possa existir…
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Maria
    Ontem estive a ouvir esta música amiga. É linda.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Voz inconfundível ....Impossível não gostar..
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito de Piaf. As letras das suas canções espelham a vida.

    A dela e a de muitas mulheres ainda.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Maria minha querida, há quanto tempo não ouvia essa linda música!
    Obrigada amiga pela partilha.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  8. Que Lindo Mariaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

    Amoooooooooooooo FRANCÊS

    Estudei na Escola NormaL

    bjsssssssss QueRiDa!!!

    ResponderEliminar
  9. Ouvir e sentir, só depois fui ver tradução, não conhecia. Como sempre você nos surpreendendo com tão belas postagens. Beijinhos carinhosos amiga e tenha uma linda noite.

    ResponderEliminar
  10. Belíssima musica minha querida, ela tem uma voz maravilhosa.
    Minha amiga, tenha uma boa noite, beijos
    Valéria

    ResponderEliminar
  11. SEMPRE ADOREI EDITH PIAF!!!

    TENHO ALGUNS DISCOS DE VINIL!!!

    1 BEIJO LÍDIA

    ResponderEliminar
  12. Na verdade, não encontrei o que procurava, mas, o que encontrei tocou-me tão profundamente a alma, que a minha busca ficou sem sentido. Obrigada por nos presentear com ditos e pensamentos tão sublimes. Wanda Ribeiro.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.