sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Nebulosas - Maravilhas do Universo


As fotografias de nebulosas sempre me fascinaram pelas suas lindissimas cores e formas. Hoje vamos divagar pelo universo e conhecer algumas dessas belissimas nebulosas.

Nebulosa olho gato ou NGC 6543


Crédito imagem : NASA, JPL-C

As nebulosas são nuvens de poeira, hidrogênio e plasma, estando grande parte delas em intensa atividade de formação estelar. Elas são verdadeiros “berçários de estrelas”.

Existem quatro tipos de nebulosas:

Nebulosa de emissão: São nebulosas que brilham em diferentes cores, pois o gás delas emite luz quando estimulado pela radiação de estrelas jovens quentes que emitem fótons altamente energéticos.

Nebulosas de reflexão: refletem a luz de estrelas vizinhas que incide sobre elas.

Nebulosa escura: Presumivelmente a mais famosa nebulosa escura a Nebulosa cabeça de cavalo. Uma nebulosa escura é um grande nuvem molecular as quais se apresentam como regiões pobre em estrelas onde a poeira do meio interestelar parece estar concentradas.

Nebulosa planetária: é um objeto astronômico que é constituido por um invólucro brilhante de gases e plasma, formado por certos tipos de estrelas no período final do seu ciclo de vida.


Nebulosa da Águia ou M16

Nebulosa da Águia (emissão), chamado M 26, está localizado a cerca de 7000 anos luz da Terra, cobrindo cerca de 20 anos-luz. É visível com binóculos na direção da constelação Serpens.




Nebulosa do Cavalo ou Barnard 33

A Nebulosa do Cavalo (oficialmente conhecida como Barnard 33 ou IC434 é uma nebulosa escura na constelação de Orion. A nebulosa está localizado logo abaixo Alnitak (ζ Ori), da estrela mais a leste do cinturão de Orion. A nebulosa, localizada 1.500 anos-luz foi descoberta pela primeira vez em 1888. É facilmente reconhecível pela forma de um cavalo cabeça que lhe deu o nome dele. Faz parte de uma grande nuvem molecular.




Nebulosa Trifid ou M20

Bandas de poeira escura nebulosa parecem dividir em três pedaços, daí o seu nome. A nebulosa M20 é uma grande nuvem de matéria interestelar localizado a uma distância estimada em 5.200 anos-luz em que estrelas formam uma anêmona vermelha muito quente. A Nebulosa Trifid foi descoberto por Guillaume Le Gentil em 1750. A origem do nome comum da M20 é atribuído a John Herschel.


Crédito imagem : NASA, JPL-Caltech, J. Rho (SSC/Caltech)

Nebulosa Helix ou NGC 7293

Nebulosa descoberta no século 18, está localizada a cerca de 650 anos-luz de distância na constelação de Aquário e pertence à classe das nebulosas planetárias. A nebulosa Helix NGC 7293 e visto pelo telescópio espacial Spitzer.


Crédito imagem: NASA, JPL-Caltech, Kate Su (Steward Obs, U. Arizona)


Luz infravermelha gasosos camadas externas é representada em azul e verde. A estrela anã branca é o pequeno ponto branco no centro da fotografia. A cor vermelha no meio do olho representa o final camadas de gás insuflado na morte da estrela. O círculo vermelho brilhante no centro é o brilho de um pó disco em torno da estrela anã branca. Todos os planetas dentro do sistema foram queimadas ou pulverizadas, enquanto o volume da estrela moribunda rosa.


Nebulosa da Lagoa, M8 ou NGC 6523

A bela Nebulosa da Lagoa está localizada a cerca de 5.000 anos luz da Terra na constelação de Sagitário. M8 abrange uma área de mais de três vezes o diâmetro da lua cheia.




Nebulosa Messier 78, ou NGC 2068

A Messier 78 é uma nebulosa de reflexão. A radiação ultravioleta emitida pelas estrelas que a iluminam não é suficientemente intensa para ionizar o gás e fazê-lo brilhar - as partículas de poeira refletem simplesmente a radiação estelar que as atinge. Pode ser facilmente observada com um pequeno telescópio, uma vez que é uma das nebulosas de reflexão mais brilhantes no céu. Situa-se a cerca de 1.600 anos-luz de distância, na constelação de Órion, podendo ser encontrada a nordeste da estrela mais a este do cinturão de Órion.




Nebulosa do Haltere, Messier 27 ou M27

Foi a primeira nebulosa planetária descoberta. Está localizada a cerca de mil e duzentos anos-luz de distância da Terra, na direção da Constelação da Raposa. Foi descoberta em 1764, por Charles Messier.




Tarantula Nebula ou NGC 2070

A Nebulosa Tarantula é a enorme fábrica Estrelas 1000 anos luz de largura. É a maior nebulosa emissão conhecida. Localizado a uma distância de cerca de 170 000 anos luz, ela pode ser visto na constelação de Dorade, no sul do céu. Pertence a uma das galáxias perto da Via Láctea, a Grande Nuvem de Magalhães. A Nebula Tarantula contém mais de meio milhão de vezes a massa do Sol, esta enorme nuvem flamejante anfitriões e algumas das mais conhecidas estrelas massivas. A nebulosa deve seu nome aos seus setores que parecem mais brilhantes asemelhnado-se a pernas de aranha.


Crédito de Imagem: Joseph Brimacombe

Fontes: wikipedia; http://www.astronoo.com/pt/nebulosas.html; http://www.astronomia.web.st/; http://www.inovacaotecnologica.com.br/; http://search.nasa.gov/; outros net


“Se cada um dos seus dias for uma centelha de luz, no fim da vida você terá iluminado uma boa parte do mundo.” Osho

21 comentários:

  1. Olá Maria.
    Lindas fotos e texto!!!
    Vim te visitar e agradecer pelo carinho lá no blog enquanto estive afastada.
    O Senhor te retribua e abençoe ricamente!!
    Bjs com carinho,
    Beth.

    ResponderEliminar
  2. Maria

    Que grande lição sobre nebulosas! Obrigado, aprendi muito aqui a ler.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Maria querida
    Sensacional esta tua forma de me apresentares as nebulosas. Adorei amiga.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Una maravilla de preciosas imagenes, un viaje
    de ida para ya no regresar,
    que tengas un bonito fin de semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  5. Hoje tem festa na minha casinha..é o niver da minha fada madrinha...estas convidada tá?beijinhos!querida!

    ResponderEliminar
  6. Belo trabalho,amiga.Oxalá os nossos dias sejam sempre de muita luz.Um abraço.Tita

    ResponderEliminar
  7. Maravilhas, não há duvida.....e cada qual com a sua história...Mais uma lição recebida...
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. MARIA que fotos de extraordinaria beleza
    cada qual mais bela que a outra agradeço sua generosidade em compartilhar presiosidades assim são flores de DEUS NO UNIVERSO DO FIRMAMENTO
    TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA MUITAS ALEGRIAS BJS MARLENE

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria, querida amiga
    Estas fotos das nebulosas são lindíssimas e o texto perfeito.
    Parabéns por esta magnífica postagem.

    Bom fim de semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que belo espetáculo nos deste com estas informações sobre nebulosas.Aprendi, agora bem mais sobre estas maravilhas do universo.Adorei.
    Bom final de semana e muita luz na tua vida.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  11. Minha amiga:
    Já pintei um quadro inspirada nas nebulosas, são absolutamente fascinantes.

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  12. Que lindo Maria, o universo é mesmo um presente divino de tanta delicadeza e beleza.

    beijokitas com master carinho pra vc.

    ResponderEliminar
  13. Boa noite, obrigad pelas visitas e teu carinho, quanto as tuas imagens, me peguei voando pelo universo, montando o cavalo, depois nadando do lago de estrelas, voando com a aguia,enfim, tudo muito universal, belo...bjin adorei.

    ResponderEliminar
  14. São maravilhosas Maria
    nao me lembro de ter visto nada assim tão lindo.
    adoro suas descobertas e escolhas,
    obrigada
    um lindo sábado

    ResponderEliminar
  15. ♡°
    º✿
    º° ♥✿
    Amei o assunto.
    Aprendi mais um pouco sobre nebulosas.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    ♥♡

    ResponderEliminar
  16. Uma explosão de cor! O Universo é uma fonte inesgotável de beleza e mistério.

    Bom fim de semana.

    Beijos

    Olinda

    ResponderEliminar
  17. Que maravilhosas imagens! O Espaço tem maravilhas que a nossa vista não consegue alcançar, mas o avanço da tecnologia põe à nossa disposição todas estas imagens.
    Bom fim de semana. Beijinhos
    Lourdes

    ResponderEliminar
  18. Só podem ser obra de um Verdadeiro Artista!

    ResponderEliminar
  19. Lindas imagens Maria..belo texto!

    Parabens!!


    bj

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.