quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Lua, Menina Ensolarada - Poema de Everson Russo


Lua doce e meiga
Que esconde sentimentos
Que me traz a memória madrugadas
E com sua claridade me faz amor
Lua da minha vida
Que deita nua em meus sentimentos
Que faz da minha cama ninho
Do perfeito arco-íris em cor
Lua da minha poesia
Seja chuva forte e fria
Seja lua luz do meu valor
Valor pra dissipar a dor
Lua que depois de tudo
Quando a noite se despede e vai
E quando o manto escuro cai
Vira lua ensolarada
Que na vertigem do tempo
Não me diz mais nada
Apenas que me ama em qualquer madrugada
Lua que vira sol
Sol que se permite lua
Sol que é nota de canção
Iluminam minha rua
E aceleram o meu coração.


 Everson Russo

O amigo Everson Russo do blog "O Livro dos Dias Dois" é um poeta que escreve de forma sublime verdadeiros hinos ao amor. As suas poesias são intensas e de uma extraordinária sensibilidade.

Escreveu o livro de poesias: "O Livro dos Dias" 


Um livro é feito de muitas horas, de muitas noites sem dormir, de muito trabalho, de carinho e dedicação e no final ele contêm um pouco da própria alma do seu escritor.

Para mais informações sobre o seu livro "O LIVRO DOS DIAS" POESIAS, visite o seu site ou envie email: evr.russo@uol.com.br

Amigo, que a lua e o amor sejam sempre fontes inesgotáveis de inspiração.

Beijinhos
Maria






13 comentários:

  1. Que linda homenagem ao Everson que é um querido!!!
    Beijos, amada!

    ResponderEliminar
  2. Everson Russo é mesmo um poeta sensível...quanta beleza, nessa Lua, Menina Ensolarada! a começar pelo título do poema: belíssimo, Maria.

    Lindo também, você divulgar esse grande poeta...

    Um beijo
    da Lúcia

    ResponderEliminar
  3. Adoro os poemas de Everson! Lindo ficou aqui! beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. oi Maria,

    adoro o Everson,
    já postei poemas dele no
    somente amor também...
    ele é especial demais...
    linda homenagem amiga!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Maria minha amiga
    Disseste tudo nestas tuas palavras!!! Belissima homenagem ao nosso amigo Everson que é de facto um poeta maravilhoso.
    Bem-hajas Maria
    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria... Que bela homenagem a esse grande poeta! Realmente as poesias dele são divinas.

    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  7. Bom dia minha linda e sensível amiga!
    Vc demonstrou com sua sensíbilidade como elogiar alguém...principalmente que trabalha com as letras,no caso do Everson...amo demais esse menino,seu potencial é alto e sua simpliscidade é um atrativo à parte...
    Meus elusivos parabéns para vc ...
    bjsssssssssss

    ResponderEliminar
  8. Que linda homenagem fizestes ao Everton! Sou fã de carteirinha do nosso poeta.Seus poemas são jóias raras e merecem esta belíssima divulgação.
    Tenha uma semana abençoada e feliz.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  9. oliviavlr@terra.com.br19 de outubro de 2011 às 21:05

    Muito lindo, adorei.
    Parabens Maria pela postagem.
    bjs
    Olivia

    ResponderEliminar
  10. Nossa querida que bom gosto você tem. Lindo essa homenagem a quem merece tão bem. O post ficou maravilhoso, PARABÉNS.

    ResponderEliminar
  11. Olá Maria,
    Vim retribuir a visita, agradecer o comentário carinhoso e te parabenizar pelo belíssimo poema e homenagem ao grande poeta.
    Excelente e abençoada semana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Minha querida amiga, me perdoa não ter vindo antes, ficou muito linda a postagem, sinto me honrado de estar aqui no seu espaço, agradeço a você por esse carinho e a todos os amigos pelas palavras...grande beijo e fica com Deus num lindo final de semana...

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.