domingo, 1 de maio de 2011

Poema Oferecido no Dia da Mãe pelo Amigo Profeta





Fiz magia com todas as cores que tinha
Fiz aparecer na tela um tocador
Pintei-lhe um violoncelo a preceito
Mas ele não sabia tocar uma música de amor…

O amor nunca acontece sem amor
Esta coisa do amor será fantasia?
Será uma noite vestida de nostalgia?
Será planta envergonhada que floresce ao fim do dia?

Seja o que for, tem o nome de amor
Acho bem que seja assim
Há quem diga que se enraíza para sempre
E floresce como planta de alecrim


Poema oferecido pelo amigo Profeta do blog "O Profeta” um cantinho encantador onde a poesia toca o coração de quem lá chega. Merece sem sombra de dúvidas uma visita.

Obrigado Amigo







"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais." (Voltaire)

Sem comentários:

Enviar um comentário

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.