sexta-feira, 8 de abril de 2011

Rio - Poema da Amiga Lili Laranjo





Olho a paisagem...
Vejo o rio...
O monte...
E vales...
Como és belo...
Como és grande...

É bom ver-te...
Rio límpido...
De águas puras...
De águas cristalinas...
A cair pelos montes...
E pelos vales...

Cair lentamente...
E ver como se corre...
Como se beija...
E como se dorme...

E tu Rio...
Lentamente...
Desces os montes...
Os vales...
E beijas...
E acaricias...
E corres...
Sem nunca parar!...

Poema oferecido pelo Amiga Lili Laranjo Do Blog “África em Poesia”, um cantinho maravilhoso em que a poesia encanta a alma de quem lá chega. Merece sem sombra de dúvidas uma visita.

Obrigado Amiga





"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais." (Voltaire)

Sem comentários:

Enviar um comentário

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.