quinta-feira, 21 de abril de 2011

Preservar a vida Animal – Soldadinho-do-araripe (Araripe Manakin)


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!


Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.

A extinção é o desaparecimento irreversível de espécies e acontece quando o último animal de uma determinada espécie morre.

Hoje: Soldadinho-do-araripe

Outros nomes regionais: galo-da-mata, língua-de-tamanduá, lavadeira-da-mata, uirapuru-matreiro e cabeça-vermelha-da-mata .




Nome Científico: Antilophia bokermanni (O nome bokermanni é uma homenagem ao zoólogo brasileiro Werner Bokermann)
Ordem: Passeriformes
Família: Pipridae

Distribuição:
Foi descoberto em 1996 na Chapada do Araripe, Região Nordeste do Brasil. Segundos os seus descobridores, o soldadinho-do-araripe somente é encontrado nos municípios de Barbalha, Crato e Missão Velha, todos no Ceará.



Identificação:
A plumagem da cabeça em forma de elmo deu origem ao nome soldadinho. O soldadinho-do-araripe mede aproximadamente 14,5 cm. Machos e fêmeas apresentam um forte dimorfismo sexual no que diz respeito a cor da plumagem. Os machos são predominantemente brancos, com penas pretas que se estendem das asas ao dorso e cabeça vermelha. As fêmeas são principalmente da cor verde oliva e apresentam um reduzido penacho verde na cabeça.



Alimentação:
A sua dieta alimentar é baseada principalmente no consumo de pequenos frutos, mas também ingere artrópodes em períodos de baixa frutificação.

Reprodução:
Os Antilophia são os únicos piprídeos que permanecem com uma única parceira por estação reprodutiva, permitindo que construa o ninho no território. A construção do ninho é uma atividade que cabe somente à fêmea, uma vez que o macho colorido atrairia a atenção de predadores da ninhada. O local escolhido para construção é localizado necessariamente sobre cursos d’água, geralmente a menos de 2 m de altura, salvo raras excepções.



A fêmea põe um par de ovos com um intervalo de aproximadamente um dia entre os dois. Após três semanas desde a postura, cada ovo eclode com cerca de um dia de diferença. Outras três semanas se passam entre a eclosão dos ovos e o abandono do ninho pelos filhotes, que são acompanhados de perto pela mãe e observados pelo pai.

A plumagem definitiva dos filhotes machos só é conseguida ao fim de quase dois anos, nessa altura será expulso do território dos pais, devendo ocorrer o mesmo com a fêmea recém adulta.

Estatuto de conservação e principais ameaças:
Está classificada na Lista Vermelha brasileira, na categoria 'criticamente em perigo' e, na lista mundial da União Internacional para a Conservação da Natureza e BirdLife International. A distribuição restrita e o tamanho reduzido da sua população, aliados ao intenso desmatamento e ocupação desordenada da região estão afetando severamente o hábitat desta espécie e colocando em risco sua sobrevivência.

Fontes: Wikipedia; http://www.wikiaves.com.br/; http://www.aquasis.org/; outros



Há que compreender a importância de cada organismo na complexa e maravilhosa teia da Vida na Terra e Nunca nos devemos esquecer que A extinção é para sempre!

14 comentários:

  1. Olá, Maria

    A preservação da Natureza e as suas espécies é, na verdade, um assunto de todos.Adorei ver este pássaro que eu não conhecia -enfim, há na natureza uma infinidade deles que eu não conheço :).
    Interessante como o macho tem cores mais vistosas uma arma para a altura do acasalamento, suponho, e a fêmea num verde discreto.

    Obrigada por mais este post, que transporta uma grande mensagem.

    Beijo e Boa Páscoa.

    Olinda

    ResponderEliminar
  2. Lindo soldadinho e belíssima mensagem,Preservar é cuidar, consciência ,pois! beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Amada, hoje vim especialmente pra lhe abraçar e desejar que, Que sua alma se renove a cada amanhecer, e que sua vida possa estar sempre sendo reconstruída nos pilares da fé, esperança, paz, solidariedade, e amor...
    Feliz Páscoa!
    Carinhos...
    Bjsss

    ResponderEliminar
  4. vim trazer uma feliz pascoa, para vc e seus familiares, bju terê.

    ResponderEliminar
  5. que lindo post !.a preservação é importatíssima, pois depois que se forem,nada mais a fazer..
    beijos perfumados

    ResponderEliminar
  6. Amiga Maria.É sempre um prazer aqui vir ler certos textos,hoje fala num flagelo que nos atormenta...poluição,e morre muita fauna e flora.Ainda estes dias indo eu a pé e passado junto de um rio que passa aqui onde moro,e que antes era um rio truteiro e de boa pesca,hoje a água é preta e as autoridades não vê,ou fazem de conta que não querem ver.Gostei muito do texto e das fotos que o acompanham.
    Feliz Páscoa junto dos seus familiares,beijinho.

    Lisa

    ResponderEliminar
  7. Boa noite, Maria!
    Que maravilha de postagem!
    Não conhecia esta avezinha.
    Aproveito pra desejar uma Feliz Páscoa a você e sua família.
    Beijos,
    Mara

    ResponderEliminar
  8. Minha querida, é incrível também como alguns nativos deste país tão rico em fauna e flora, não se deem conta do tesouro que tem...
    Alguns parecem mais bestas feras, ao capturar os bichinhos e gananciosamente os comercializar por irrizórios punhados de Reais.
    É de doer na alma.
    Teu post é um alerta de além mar que chega para dentro de nossos corações. Parabéns.
    Um abraço afetuoso, beijos em teu coração.

    ResponderEliminar
  9. Olá querida. Passando pra desejar feliz páscoa.

    “É Páscoa, a Páscoa do Senhor Não figura, não história Não sombra, mas a verdadeira Páscoa do Senhor Verdadeiramente, ó Jesus Livrastes-nos da grande ruína E nos estendestes as paternas mãos.”

    ResponderEliminar
  10. Amiga amei sua mensagem,desejo uma feliz páscoa pra vc e familia.bjs.

    ResponderEliminar
  11. É muito triste o que os humanos fazem com os outros seres do nosso planeta. Extinção, todos nós sabemos, é para sempre!
    Lindo post, amada!
    Uma Páscoa maravilhosa para você e sua família!
    Beijos meus!

    ResponderEliminar
  12. eu amei essa pagina vou fazer um trabalho sobre ele e aprendi muito obrigado!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.