sábado, 2 de abril de 2011

Azul – Poema oferecido pelo Amigo Manuel Marques


Azul
cor do céu sem nuvens
cor fresca tranquilizante
cor dos homens...

Azul marinho
descontraído
calmo na tua imensidão
mar que pacificas
em noites de escuridão...

Azul celeste
claro
sobrenatural
supremo
celestial...

Azul escuro
sedativo para a mente
criativo
atraente...

Beijo.
Poema oferecido pelo Amigo Manuel Marques Do Blog “Constância (Vila Poema)”, um cantinho maravilhoso que merece sem sombra de dúvidas uma visita.

Obrigado Amigo





"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais." (Voltaire)

Sem comentários:

Enviar um comentário

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.