quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Oymyakon – O lugar habitado mais frio da Terra


Hoje vamos divagar pelo Local habitado mais frio do nosso Planeta.

Foto: sometimes-interesting.com
 
Situada num vale no leste da Sibéria, no noroeste da Rússia, Oymyakon ou Oimekon é uma localidade junto ao Rio Indigirka, na República de Sakha. Fica a 800 quilómetros de distância de Yakutsk, uma das mais importantes cidades da Sibéria.

Foto: Spotonlists.com

É conhecida por ter o recorde de temperatura mais baixa numa localidade permanentemente habitada, com 71,2 graus Celsius, abaixo de zero, que ocorreu em Janeiro de 1926.

Monumento ao local habitado mais frio da Terra


Está localizado num planalto a cerca de 750 metros acima do nível do mar, onde o inverno dura um mínimo de nove meses.

Foto: pickchur.com

Estas condições meteorológicas extremas devem-se às cadeias de montanhas que a cercam e que a impedem de escapar das fortes massas de ar frio que cobre o vale.

Foto: pickchur.com

Curiosamente Oymyakon é também um dos lugares mais quentes do planeta, podendo no verão as temperaturas chegar a mais de 40 graus positivos.



No dialecto local Oymyakon significa “água que não congela”, provávelmente por causa da proximidade de fontes naturais de água quente subterrâneas perto da povoação, que impedem o rio de congelar durante o longo inverno, garantindo que a vida neste lugar seja possível.

Foto: genspot.com

O solo é permanentemente congelado o ano inteiro, é chamado de Permafrost.

Foto: sometimes-interesting.com

Nos piores dias de Inverno, o frio chega a 60 graus negativos. O solo começa a rachar e o ar estala. Ninguém sai de casa a não ser que seja absolutamente necessário.


Durante o inverno, há poucas horas de sol durante o dia, quando alguém precisa de sair para ir a uma loja, para a escola ou trabalho, necessita de usar muitos agasalhos, chapéus e longos casacos de pele.



Circular na estrada é uma aventura, no Inverno a neve é tão espessa que muitos camiões acabam literalmente enterrados na neve, e no Verão, a estrada fica por vezes um autêntico lamaçal, provocando o atolamento  de carros.


Foto: sometimes-interesting.com

A sua população vive uma vida bastante original e muito longe do conforto das grandes cidades.

Foto: genspot.com

Em Oymyakon as casas são de madeira e aquecidas com carvão e a vida é extremamente difícil, reflectindo-se até na sua alimentação. Só no curto período estival é possível obter alguns vegetais, ausentes dos hábitos alimentares durante todo o resto do ano.


A maioria dos habitantes tem poucos recursos económicos. Possuem alguns rebanhos de renas e dedicam-se à criação de cavalos que é uma das actividade tradicionais desta região.

 
Foto: globertraveling.com

Os habitantes alimentam-se de carne de cavalo, de rena e peixe (por furos no gelo). Quando os pescadores desta aldeia vão pescar nas águas cobertas de gelo, bastam 30 segundos fora de água para os peixes congelarem.

Foto: pickchur.com

Os animais desta área também se adaptaram ao clima, os cavalos de Oymyakon, os Yakut, são muito robustos, com pernas curtas e pele grossa. São usados como animais de carga e a sua carne é também muito popular entre os locais.

Foto: sometimes-interesting.com

Uma outra curiosidade desta população é que não é possível ir ao supermercado e comprar uma garrafa de leite em estado líquido pois este, só é vendido em blocos congelados de cor de mármore.


Os transportes são igualmente dificultados pelo facto de combustíveis como o gasóleo congelarem a -50ºC (-58ºF). A escola encerra quando as temperaturas se situam abaixo dos -52ºC.


Foto: genspot.com
 
A tinta das esferográficas congela habitualmente e todo o equipamento electrónico apresenta comportamento bizarro em função das diferentes reacções de dilatação e contracção dos metais a temperaturas extremamente baixas.


Apesar das temperaturas extremas, a região de Oymyakon tem belezas naturais ímpares: montanhas de cume nevado, vales, rios e uma vida selvagem exuberante (é habitada por aves de grande porte, ursos, leões-marinhos e alces).

Fontes e Fotos: Wikipedia; email recebido; www.amusingplanet.com/; pickchur.com; sometimes-interesting.com; globertraveling.com; 2patwordpress.com; Spotonlists.com;  genspot.com; outros

Foto: 2patwordpress.com

"Viajar! Perder países! Ser outro a cada dia." (Fernando Pessoa)

13 comentários:

  1. Só com quatro ou cinco graus negativos já andamos todos encolhidos, coitados desses povos.

    Parece de todo impossível como é que o ser humano suporta essas temperaturas.

    ResponderEliminar
  2. Maria minha querida
    Isso é maldade comigo, então eu que estou aqui a -2ºc, e estou geladinha, ainda fiquei mais a ver estas fotos, que não deixo de as achar espectaculares. Nossa como é possivel existirem países assim, acho que não conseguia viver neles. Eu adoro sol Maria e calor. Belo post Parabéns.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Lindo de ver!!! Meu netinho ,neno, olhou aqui comigo e ficou espantado...beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Que didno que é o UNIVERSO!!!
    Diante de tais imagens e informações... o que dizer?
    Belo! Tudo Belo!

    ResponderEliminar
  5. Minha querida

    Mais uma viagem maravilhosa pelas imagens e explicação...quase que somos transportados para lá, adorei.


    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  6. O post está estupendo mas, não sei porquê saio daqui toda arrepiada!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Por acaso já tinha recebido um mail


    com estas fotos!

    Brrrrrr!!!!!.....

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria!

    Bela postagem,com fotos espectacúlares.Parabéns !!!Gostei.

    Beijinhos de carinho e amizade,
    Lourenço

    ResponderEliminar
  9. Que postagem interessante! Há lugares, no mundo,
    que desconhecemos totalmente, pois não existem
    reportagens que os citem. Adorei saber!

    ResponderEliminar
  10. Que beleza de lugar, Maria!!! Sei que deve ser um frio torturante, mas a beleza é radiante.
    Obrigada pela partilha!!!
    Beijos de passarinho!!!

    ResponderEliminar
  11. Preciosas imagenes de la nieve .
    Saludos y abrazos.

    ResponderEliminar
  12. Perfeito ! Pode parecer loucura, mas meu sonho é morar em um lugar desses.
    Ter um trabalho, que pode ser até simples. Ter uma família e viver em paz ...

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.