quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

As tuas mãos - Poema de Pablo Neruda




Quando tuas mãos saem,
amada, para as minhas,
o que me trazem voando?
Por que se detiveram
em minha boca, súbitas,
e por que as reconheço
como se outrora então
as tivesse tocado,
como se antes de ser
houvessem percorrido
minha fronte e a cintura?

Sua maciez chegava
voando por sobre o tempo,
sobre o mar, sobre o fumo,
e sobre a primavera,
e quando colocaste
tuas mãos em meu peito,
reconheci essas asas
de paloma dourada,
reconheci essa argila
e a cor suave do trigo.

A minha vida toda
eu andei procurando-as.
Subi muitas escadas,
cruzei os recifes,
os trens me transportaram,
as águas me trouxeram,
e na pele das uvas
achei que te tocava.
De repente a madeira
me trouxe o teu contacto,
a amêndoa me anunciava
suavidades secretas,
até que as tuas mãos
envolveram meu peito
e ali como duas asas
repousaram da viagem.

Pablo Neruda



11 comentários:

  1. Muito lindo esse poema, parabéns pela feliz escolha, beijos.

    ResponderEliminar
  2. Maravilhoso sempre o Neruda! Um lindo dia pra ti!beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Maria Querida
    Eu sou fã dos poemas de Pablo Neruda este é um dos que gosto muito, mas tu consegues lhe dar ainda mais beleza com esta magnifica imagem. Parabéns.
    Beijinho Maria

    ResponderEliminar
  4. amo Pablo Neruda e este é um dos meus preferidos..
    linda escolha!
    beijo.

    ResponderEliminar
  5. Hola Maria,

    me encantan los poemas de Neruda.
    Gracias por compartirlos.

    Te dejo saludos argentinos,

    Sergio.

    ResponderEliminar
  6. Maria que poema lindo Pablo Neruda é tudo de bom
    adorei conhecer seu b log,vou seguir, espero que venha fazer-me uma visita no meu cantinho tenho dois blogs,(aosolhosdaalma.blogspot.com)
    (mentoresdeluz.blogspot.com)
    com carinho um abraço marlene

    ResponderEliminar
  7. Lindíssima escolha Maria, a gente sai com gosto de quero mais. Bjs.

    ResponderEliminar
  8. Maria !!!!!!!!!!! Vim agradecer sua visita no SENTIMENTOS ! Adorei seu comentário !
    E ainda chego aqui e vejo essa postagem tão linda !
    Adoro Pablo Neruda !!!!!!!!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Palavras expressantes, e cativantes...

    "Um simples aperto de mão confiante faz renascer, por vezes, a coragem de quem estava por fraquejar."

    Paz e bem!!!

    ResponderEliminar
  10. Oi Maria!
    Pablo Neruda é sempre uma boa escolha, gostei.
    Deixo pra ti:

    Nega-me o pão, o ar, a luz, a primavera, mas nunca o teu riso, porque então morreria.
    (Pablo Neruda)

    Com carinho e votos de uma boa noite.
    Bjs,
    Mara

    ResponderEliminar
  11. .
    Aguarde enquanto carrega,todo meu carinho por vc...
    CARREGANDO...
    10%
    █▒▒▒▒▒▒▒▒▒

    20%
    ██▒▒▒▒▒▒▒▒

    30%
    ███▒▒▒▒▒▒▒

    40%
    ████▒▒▒▒▒▒

    50%
    █████▒▒▒▒▒

    60%
    ██████▒▒▒▒

    70%
    ███████▒▒▒

    80%
    ████████▒▒

    90%
    █████████▒

    100%
    ██████████

    CARREGADO COM SUCESSO...

    Passo rapidinho pra deixar o carinho, bom resto de semana. Beijos.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.