quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FELIZ ANO 2011


Amigos como trabalho em Contabilidade, esta altura do ano para mim é bastante difícil, pois há que preparar o fecho contabilístico do ano e o arranque do ano que se avizinha. A hora de saída do emprego é sempre pela noite dentro, por isso não vou conseguir visitar TODOS os AMIGOS como gostaria, para desejar um bom ano. Deixo assim aqui no meu cantinho a minha mensagem para TODOS VOCÊS, logo que possa irei visitá-los.

Meus queridos AMIGOS a TODOS eu desejo

FELIZ ANO NOVO…HAPPY NEW YEAR … BONNE ANNÉE ... FELIZ AÑO NUEVO


Amigos, termina mais um ano, mais uma etapa da nossa vida, para uns foi um ano “bom”, para alguns de nós foi um ano "difícil ou mesmo mau” e para outros foi um ano “normal”, o importante é que já passou, que o vivemos e de certeza que com dificuldades ou não, aprendemos mais alguma coisa que nos enriqueceu interiormente e que nos ajudou na nossa caminhada. Preparemo-nos agora para um Novo Ano que está a chegar!


RECEITA DE ANO NOVO

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanhe u qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de Janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade


Como Drummnod disse, para que o Novo Ano seja um bom Ano, temos nós próprios de dar o nosso melhor em tudo o que fazemos, lutarmos por aquilo que acreditamos, não desistirmos na primeira dificuldade e acima de tudo, VIVERMOS intensamente cada momento bom da vida, como se ele fosse o último. Como trablaho na

Beijinhos
Maria


Que 2011 seja um ano maravilhoso para todos e que os vossos sonhos se consigam tornar realidades.

Torre de Belém


O nosso país tem belíssimos monumentos, cidades maravilhosas e paisagens sublimes que merecem ser visitadas e admiradas, mas como nem sempre é possível viajar, pelo menos podemos apreciar em fotografia, alguns desses locais espectaculares e que foram considerados pela "Unesco" como “Património da Humanidade”.

Património português classificado pela UNESCO como Património da Humanidade:

Hoje vou apresentar a Torre de Belém, que juntamente com o mosteiro dos Jerónimos, estão classificados como património da humanidade UNESCO desde 1983.

A Torre de Belém é um dos monumentos mais emblemáticos e mais belos da cidade de Lisboa.


 Foto: Pessoal

A Torre de Belém ou Torre de S. Vicente, em homenagem ao santo patrono de Lisboa, S. Vicente, foi designada no século XVI pelo nome de Baluarte de São Vicente a par de Belém e por Baluarte do Restelo.

Construida na margem direita do rio Tejo, sobre um afloramento rochoso nas águas do rio, fronteiro à antiga praia de Belém, destinava-se a substituir a antiga nau artilhada, ancorada naquele trecho, pois era daí que entravam e saíam as frotas em direcção às novas terras de África e do Oriente, na época dos Descobrimentos.

Inicialmente cercada pelas águas em todo o seu perímetro, progressivamente foi envolvida pela praia, até se incorporar hoje na terra firme.

Foi construída entre 1514 e 1520, para defesa da barra do Tejo e da cidade de Lisboa, de qualquer invasor que ousasse entrar em solo português, sendo uma das jóias da arquitectura do reinado de D. Manuel I.


Francisco de Arruda foi nomeado Mestre do Baluarte de Belém, após o seu regresso do Norte de África, onde se distinguiu pela edificação de algumas fortalezas. Iniciou a construção em 1514, sob a orientação do Mestre de Obras do Reino, Diogo de Boitaca, que na altura dirigia os trabalhos do Mosteiro dos Jerónimos.

Em 1520 a Torre estava concluída e, um ano mais tarde, era nomeado o seu primeiro governador, Gaspar de Paiva.


Pintura histórica, representando a Torre de Belém em inícios do séc. XIX, da autoria de John Thomas Serres.


A riqueza decorativa da Torre de Belém é essencialmente exterior. Com influências islâmicas e orientais nos elementos decorativos, ricamente decoradas em cantaria de pedra, as cúpulas de gomos que cobrem as guaritas cilíndricas, nos terraços da torre e nos ângulos dos baluartes, são disso um dos exemplos mais marcantes.

 Foto: Pessoal

Como símbolo do prestígio do Rei, a sua decoração ostenta a simbologia própria do Manuelino. É adornada com cordas e nós esculpidos em pedra, galerias abertas, torre de vigia, ameias em forma de escudo, decoradas com esferas armilares, a cruz da ordem de Cristo, e elementos naturalistas alusivos às navegações. A Torre da Belém tem dois elementos principais, a torre propriamente dita e o baluarte.

Foto: Pessoal
 Foto: Pessoal

De destacar a representação de um rinoceronte, a primeira em pedra que se conhece em toda a Europa, sustentando a base de uma guarida do baluarte virada a Oeste. A imagem foi baseada numa descrição escrita e num esboço, ambos de autoria anónima, de um rinoceronte-indiano que chegou a Lisboa no início de 1515 e era o primeiro exemplar vivo da espécie visto na Europa desde os tempos do Império Romano.



 Foto: Pessoal

A entrada na Torre de Belém faz-se pelo baluarte, ou casamata,  local onde se concentravam as principais funções defensivas. É uma sala de forma arredondada, com muralhas rasgadas por 17 canhoneiras para tiro rasante que são coroadas por merlões em forma de escudo com a Cruz de Cristo.

Baluarte, sala dos canhões
Foto: Pessoal

Subindo uma escada íngreme acede-se ao terraço do baluarte, também este com funções de defesa. Tem à sua volta seis guaritas, no vértice das faces do polígono, com janelas de vigia e cúpula de gomos. As ameias estão decoradas com escudos de pedra que têm a cruz de Cristo em relevo.

Foto: Pessoal

No terraço do baluarte é de admirar a beleza da fachada sul da Torre, virada para o Tejo, ricamente decorada. Nela se podem ver os símbolos da decoração manuelina. Ao centro, corre o parapeito correspondente ao claustrim do piso de baixo,  na face virada ao mar surge a imagem de Nossa Senhora do Bom Sucesso, com o Menino, também conhecida por Nossa Senhora do Restelo.

Foto: Pessoal

Num piso inferior, abaixo da linha de água, encontram-se as caves ou masmorras que serviram de paióis e mais tarde, de prisão política para altas individualidades.

Foto: Pessoal

A torre eleva-se cinco pavimentos acima do baluarte, ficando no último o terraço da torre, de onde se tem uma vista deslumbrante do estuário do Tejo e das suas margens, bem como de toda a zona de Belém e dos seus monumentos.


A torre quadrangular, de tradição medieval mas esguia, tem quatro salas abobadadas acima do baluarte:

- A Sala do governador, é assim chamada, provavelmente, pelo facto de ter aqui existido, em 1521, um cargo de Governador da Torre de Belém, desempenhado por Gaspar de Paiva. Aqui se encontra a boca oitavada da cisterna que recolhia e armazenava a água das chuvas.

Foto: http://www.torrebelem.pt/

- A Sala dos Reis, é a  2ª sala da Torre, com tecto elíptico e fogão ornamentado. Através desta sala tem-se acesso ao varandim ou balcão da fachada sul da torre.


 Fotos: Pessoal

- A Sala das Audiências no terceiro piso, é uma sala austera, utilizada como sala de reuniões. Junto ás janelas, de um e de outro lado da parede, encontram-se bancos em pedra. Na parede sul deste compartimento, rasgam-se duas janelas com balaustrada.

 Foto: Pessoal

- A Capela, é a 4ª sala da torre. Tem apenas duas janelas altas, sentindo-se um ambiente próprio à oração. Seria nesta sala que se alojava o oratório para as imprescindíveis necessidades espirituais da guarnição.

Foto: http://www.torrebelem.pt/

Ao longo do tempo, e com a construção de novas fortalezas, mais modernas e mais eficazes, a Torre de Belém foi perdendo a sua função original de defesa e durante os séculos seguintes desempenhou funções de controle aduaneiro, de telégrafo e de farol.


Foi também utilizada como prisão política, tendo os seus armazéns sido transformados em masmorras, a partir da ocupação filipina (1580) e em períodos de instabilidade política.

Para mais informações consulte o site oficial da Torre de Belém.
Fontes e Fotos: "culturaonline"; "wikipedia"; "igespar";"visitportugal"; "guiadacidade"; "torrebelem"; Pessoais;   outros net

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Oração Celta



Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente o ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as pedras do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.
Que a música seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.
Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.
Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.




Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa e celebre o encanto da amizade profunda que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.
Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível tocando o centro do teu ser eterno.
Que um suave vento te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que a força invisível do amor leve o teu viver.




Que o teu coração sinta a PRESENÇA secreta do inexplicável !
Que os teus pensamentos, os teus amores, o teu viver, e a tua passagem pela vida sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, só se sente.
Que esse amor seja o teu rumo secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que esse amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da PRESENÇA que está em ti e em todos os seres.

Que o teu viver seja pleno de PAZ e LUZ.


Que esta oração ilumine o caminho de todos os amigos que tenham feito uma paragem aqui no meu cantinho.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A Natureza veste-se de branco



Estamos no Inverno e com ele veio o tempo frio, o vento, a chuva e a neve.

Talvez por viver em Lisboa e aqui não nevar, eu adoro ver paisagens com neve. Em Lisboa só caíram uns farrapitos de neve há 4 anos, em Janeiro de 2006. Ver realmente nevar, só vi  uma vez, há já bastantes anos na Serra da Estrela, tínhamos ido lá passar um fim-de-semana e tivemos o privilégio de poder ver a neve a cair e se caiu, ficou tudo branquinho, foram momentos inesquecíveis.

O Pedro e a Diana aproveitaram para se divertir, foi uma alegria imensa.



Para quem gosta como eu, de ver a Natureza vestida de branco, aqui ficam belíssimas imagens.

Manhã de Inverno

Coroada de névoas, surge a aurora
Por detrás das montanhas do oriente;
Vê-se um resto de sono e de preguiça,
Nos olhos da fantástica indolente.


Névoas enchem de um lado e de outro os morros
Tristes como sinceras sepulturas,
Essas que têm por simples ornamento
Puras capelas, lágrimas mais puras.


A custo rompe o sol; a custo invade
O espaço todo branco; e a luz brilhante
Fulge através do espesso nevoeiro,
Como através de um véu fulge o diamante.


Vento frio, mas brando, agita as folhas
Das laranjeiras húmidas da chuva;
Erma de flores, curva a planta o colo,
E o chão recebe o pranto da viúva.


Gelo não cobre o dorso das montanhas,
Nem enche as folhas trémulas a neve;
Galhardo moço, o Inverno deste clima
Na verde palma a sua história escreve.


Pouco a pouco, dissipam-se no espaço
As névoas da manhã; já pelos montes
Vão subindo as que encheram todo o vale;
Já se vão descobrindo os horizontes.


Sobe de todo o pano; eis que aparece
Da natureza o esplêndido cenário;
Tudo ali preparou com os sábios olhos
A suprema ciência do empresário.


Canta a orquestra dos pássaros no mato
A sinfonia alpestre, — a voz serena
Acordo os ecos tímidos do vale;
E a divina comédia invade a cena.

Machado de Assis




“Por vezes é necessário deixarmos voar o nosso espírito para longe e encher o nosso coração de pensamentos positivos”

domingo, 26 de dezembro de 2010

O meu Natal


O Natal é sempre para mim uma altura mágica do ano, mas nem sempre as coisas correm como gostariamos e este ano na noite de Natal o meu Pedro estava doente, a Diana muito cansada pois tinha chegado a Lisboa cerca das 10h e estava também muitissimo constipada e os meus pais quando o Natal não é na minha casa (roda de 3 em e anos),  não vão jantar pois já não querem sair à noite. Apesar de tudo isto, o jantar em casa da minha cunhada foi muito agradável e estava tudo magnifico.


Os meus pais já são pessoas com uma idade bastante avançada e os problemas de saúde agravaram-se bastante do ano passado para este, por isso a minha mãe não se sentiu com forças para ir ao almoço habitual com toda a familia, mas convenci convencê-la a virem almoçar a minha casa, já que moramos bem pertinho.


Como o Pedro e a Diana estavam um pouco doentinhos até foi bom não sairem de casa.


Eu e as minhas "meninas", a mãe e a filhota.


Mesmo havendo alguns precalços pelo caminho é sempre uma alegria imensa poder comemorar mais um Natal com a familia. É sempre o renascer da Esperança de um novo Amanhã.
“Honrarei o Natal em meu coração e tentarei conservá-lo durante todo o ano.” Charles Dickens

Presente da amiga Estela


No sorteio de bonequinhas da amiga Estela do blog "Guardados e Achados" tive a sorte de ser premiada.


Como sou de Lisboa,  mas a minha filha estava a estudar no Rio, a amiga Estela entregou o presente à Diana que só chegou a casa no dia 24, por isso só agora posso mostrar a todos este lindissimo quadro.



Querida amiga Estela o seu quadro, terá um lugar muito especial, pois representa a arte brasileira e a amizade sem fronteiras e sem distâncias.

Muito obrigado pela sua gentileza.
Beijinhos
Maria



"Somos todos viajantes pelas agruras do mundo, e o melhor que podemos achar em nossas viagens é um amigo." (Robert Louis Stevenson)

sábado, 25 de dezembro de 2010

Meu Melhor Presente - Poema de Mírian Warttusch




Jesus foi o melhor presente, que tive neste Natal.
Sem Ele que graça teria, festa, presente, afinal?
Tudo de melhor que tenho, Ele me deu com carinho.
Meus filhos, meu alimento, minha casa, o pão e o vinho.

Foi Dele, sim, que lembrei, à meia noite de ontem.
E vocês, como passaram? Me digam logo, me contem!
Ele entregou pra vocês, o carinho que mandei?
Derramou Suas mil bênçãos, do jeito que eu lhe falei?

Ele chegou nessa noite? Ficou no seu coração?
Eu pedi tudo isso a Ele, com a maior devoção.
Eu tenho sim a certeza, de que Jesus me atendeu
E a todos os meus amigos, um presente eu sei que deu.

Vocês verão que o Ano Novo, será sim, maravilhoso!
Do jeitinho que eu pedi, muito alegre e venturoso!
Jesus nos dá mesmo tudo, basta sabermos pedir.
Peçam tudo sempre a Ele, não esqueçam de repartir.

De verdade, está com a gente, estendendo a Sua mão.
Mesmo que não o vejamos, está no nosso coração!
A estrela mostra o caminho, no céu a sinalizar;
É só seguir essa estrela, para Jesus encontrar!

Mírian Warttusch


"Natal é mais verdadeiramente Natal quando nós celebramos dando a luz do amor aqueles que necessitam mais." (Ruth Carter Stapleton)

Presentes de Aniversário Recebidos

Flores lindas, um presente de aniversário maravilhoso que a Amiga Rosa do Blog "Rosa Solidão" deixou para mim.


A amiga Outros Encantos do blog” TARDE DE MUSICA” ofereceu de miminho:




Rosas encantadoras, um miminho da amiga Arnalda Rabelo do blog “Arnalda Rabelo



Muito obrigado queridas amigas pelos presentes lindos, pelo vosso carinho e amizade.
Beijinhos
Maria

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

A aventura de Natal da minha Diana


Hoje estou muito feliz pois a minha Diana chegou do Rio, depois de 5 meses de ausência e uma aventura incrível para conseguir chegar a Portugal.


Saíu do Rio na Terça feira dia 21, mas a aventura começou logo lá, pois já ela estava no avião estando este quase a descolar, quando caíu um raio na asa e tiveram que esperar quase 3 horas que fosse confirmado que não havia problemas e o avião podia realizar a viagem.  Infelizmente ela tinha escala marcada para Londres.

Foto net

Em Heathrow como todos sabem estava um caos,  o voo que estava marcado para Lisboa tinha sido cancelado e na remarcação de voo, foi-lhe comunicado que só tinha vaga para dia 26, por isso ela decidiu vir via Madrid, na medida em que era possível vir ontem às 9h da manhã. É claro que teve de dormir no chão do aeroporto, enrolada em aluminio e com roupinhas adquedas ao Brasil, mas nada ao frio de Londres. Como ela disse não foi dormir, foi só descansar um pouquinho, pois dormir era impossível.

Foto net

Eram 6h da manhã de Lisboa telefona-me completamente desesperada, pois não conseguia ver o voo dela para madrid no quadro de partidas, tinha ido perguntar informações e tinham-lhe dito que esse voo não existia. Estava em pânico!
Tentei acalmá-la e fui à net verificar no site do aeroporto a situação, o voo continuava marcado, a questão é que lhe tinham indicado mal o terminal, ela estava no 5 e a partida era no 3. Depois de 10 minutos de táxi lá chegou, mais uma longa espera e acabam por lhe dizer que já não tinha lugar, aflição novamente, ela pede para verificarem melhor e graças a Deus, para além da marcação para Madrid que estava ok, acabam por conseguir também a ligação de Madrid para Lisboa.

A aventura parecia estar a terminar, mas era engano!

Cerca das 18 horas de Madrid, já dentro do avião para  Lisboa, mais uma surpresa desagradável, o piloto verifica que há problemas e não podem levantar. Confusão geral, por volta das 22h é comunicado que os passageiros terão de dormir num hotel e que só de manhã terão voo. A Diana estava completamente de rastos, tinha medo de ficar lá e depois qualquer coisa voltar a correr mal e ela não conseguir vir, pois todos os outros voos estavam cheios. Estava numa fila enorme para remarcar novamente o voo e começava a sentir-se mal. Então a nossa opção foi ir a Madrid para a trazer.

Iniciamos a viagem e já quase em Espanha, ela telefona e diz que a TAP garantia o voo para Lisboa às 8h (Espanha) e levava os passageiros para um hotel afim de descansarem. Decidimos que a melhor opção era ela aceitar, pois nós só chegariamos de madrugada e depois eram mais cerca de 5 horas para voltar a Lisboa, ou seja ela acabava por chegar mais cedo se viesse de avião e melhor instalada. Assim foi, ela foi para o hotel e nós voltamos para casa.

Hoje, como combinado ela deu um toque quando já estava dentro do avião e nós meia hora depois lá fomos para o aeroporto. Teoricamente era para chegar cerca das 8 horas, mas o tempo começa e passar e verificamos que o voo estava atrasado, eu já nem sabia o que devia de pensar.

Finalmente aparece no placard que o avião tinha aterrado, ALIVIO COMPLETO!!!!

Depois foi só esperar que a minha Diana aparecesse, pareceu uma eternidade, mas finalmente lá estava ela, A AVENTURA tinha TERMINADO!!!

O Pedro não a largava e todos chorámos de ALEGRIA!


Estamos juntos novamente e isso é que é importante!!!


Nesta aventura 5 ESTRELAS para a TAP, que se portou impecávelmente, bem hajam!


Para TODOS os AMIGOS que se preocuparam com a minha menina, deixando as suas mensagens  e aos AMIGOS que me telefonaram a apoiar e animar, eu deixo aqui o meu sincero OBRIGADO.

Aproveito para desejar uma vez mais a TODOS um NATAL muito FELIZ, cheio de amor, saúde, alegria e paz. Que Jesus ilumine hoje e sempre o vosso caminho.

Termino agradecendo a Deus Pai do fundo do meu coração, ter protegido a minha menina, tudo ter corrido bem com ela, e esta experiência nova da sua vida ter superado todas as suas expectativas. Apesar destes percalços todos da viagem, cada vez mais me convenço, que o importante é termos Fé em Deus e acreditar que tudo vai correr bem!


“A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.” (Léon Tolstoi)