terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Viagem à Laponia - O Natal na terra do Pai Natal


Falar do Natal é também falar do Pai Natal uma figura importante em qualquer celebração de Natal e não deverá haver melhor lugar para encontrar o Pai Natal do que Rovaniemi, cidade mais importante da Lapónia, a norte do Circulo Polar Árctico, na Finlândia.



Hoje vamos viajar até à terra do Pai Natal, para conhecer um pouco mais os costumes natalicios do povo Finlandês.


Foto: gde-fon.com

A Lapónia (Lapin lääni, em finlandês) é considerada, a terra do pai natal é um dos mais belos lugares do mundo, e onde a cultura do Natal é considerada a mais forte do mundo.



Segundo a cultura originária do norte da Europa, a Lapónia é a terra onde habita Joulopukki (também conhecido na cultura latina como Pai Natal ou Papai Noel) e todo o seu séquito de duendes. Segundo a mesma cultura, o Pai Natal sai da Lapônia na noite do dia 24 de Dezembro, véspera de Natal, com o seu trenó puxado por renas carregado de presentes que os distribui a todas as crianças do mundo que se comportaram bem durante o ano.



Os primeiros a habitarem a Lapónia fizeram-no há oito mil anos. Os "lapões" chegaram há quatro mil anos e com uma economia baseada na caça. Assim continuaram até ao século XVI quando se iniciou o pastoreio de renas. Foi nesta época que o Cristianismo chegou à Lapónia.

Foto: www.finland.org

É a região mais setentrional da Finlândia, atravessada pela linha do Círculo Polar Árctico e um dos poucos lugares do mundo onde se pode encontrar ainda toda uma natureza intacta, intermináveis extensões agrestes, experimentar verdadeiros momentos de silêncio e calma difíceis de imaginar e um vasto mundo de espaços profundamente encantadores, diferentes e arrebatadores.

Foto: http://pichost.me

Devido à inclinação do eixo da Terra em relação ao eixo do Sol, a Lapónia, a norte do Círculo Polar Árctico passa até três meses no Inverno sem que haja claridade e até três meses durante o Verão sem que haja noite.

Foto: http://hdw.eweb4.com

A Lapónia é conhecida pelo Sol da Meia Noite no Verão e pela Aurora boreal no Inverno.

O Sol da meia-noite é a designação comum para o fenómeno que ocorre nas latitudes acima de 66º 33’ 39" N ou S, ou seja, para além do círculo polar árctico ou do círculo polar antárctico, quando o Sol não se põe durante pelo menos 95 horas seguidas.

Foto: 1ms.net

Na Lapónia, o inverno é rigoroso e gelado, a temperatura costuma rondar os 30 graus negativos, mas pode chegar aos 50 graus negativos, é nesta altura do ano que se pode ter a oportunidade de vislumbrar uma aurora boreal,  luzes coloridas que parecem dançar no horizonte.

Foto: http://hdw.eweb4.com

São partículas oriundas do Sol, que geram o chamado "vento Solar", que ao carregarem os electrões dos átomos de oxigénio e azoto da atmosfera geram efeitos coloridos. Para uma melhor observação, o céu deve estar limpo, sem nuvens, e será mais visível em noites de Lua Nova, a meio do inverno. É um espectáculo imperdível, um fenómeno natural magnífico.

Foto: www.freewallpaper.net

Como o país é muito frio, algumas famílias na noite de natal antes da ceia, costumam fazer saunas para poderem aquecer-se, tendo aqui a  lareira também um papel muito importante, não só pelo frio que faz, mas também pela preservação da lenda segundo a qual, o Pai Natal irá entrar pela chaminé da lareira.


Foto: net

O Natal começa com o pôr do Sol do dia 24 de Dezembro, quando o rádio e a televisão apresentam ao povo uma mensagem de paz. Rapidamente todos preparam as suas árvores e presentes.

Em seguida, dirigem-se ao cemitério para acender uma vela no túmulo dos mortos. Embora o Inverno seja rigoroso, na noite de Natal a ceia é feita de portas abertas, para que os que passam possam entrar e também sentar-se à mesa, porque o hóspede é sempre bem-vindo.


As crianças colocam fora da porta vasilhas com arroz e leite para as renas do Pai Natal, que vai passar para entregar os presentes.

Foto: http://www.nicewalpaper.com

Na interminável noite hibernal, o Natal vem prenunciar aos finlandeses que a boa estação já não está tão longe, pois logo o Sol voltará a brilhar.


Feliz Natal – Hyvää joulua


Fontes e Fotos:“Wikipedia”; “portalsaofrancisco”; “Finlândia.org.pt”, “Manualdoturista”; “Viagensimagens”; http://pichost.me; http://hdw.eweb4.com; http://www.nicewalpaper.com; outros


“Ainda que se percam outras coisas ao longo dos anos, mantenhamos o Natal como algo brilhante. Regressemos à nossa fé infantil.” Grace Noll Crowell

17 comentários:

  1. Conheço a terra do Pai Natal mas, apenas de Verão, imagino o encanto nesta época do ano, quem sabe um dia ainda terei o prazer de passar por lá o Natal. Boa reportagem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Lindo post amiga, muito iluminado, feliz natal pra ti e os seus, beijos.

    ResponderEliminar
  3. Feliz seja o natal em todo o mundo!
    Eu gostaria muito dum natal com auroras boreais.Beijos.

    ResponderEliminar
  4. "Regressemos à nossa fé infantil" - linda viagem, amiga, esta que nos propõe!
    Beijinho e tenha Festas Felizes!

    ResponderEliminar
  5. De tudo, um pouquinho de sonho!, Adoraria que os nossos natais fossem de portas abertas, e que os fogos fossem uma Boreal no mundo todo.

    Lindas fotos, elas entram dentro dos nossos meninos adormecidos!!

    Meu primeiro feliz Natal, certamente farei outros,
    beijos!...

    ResponderEliminar
  6. Que belíssima viagem me proporcionaste Maria.Obrigado,durante alguns minutos pude sonhar.Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  7. Querida amiga, a Lapônia é um lugar de magia, Papai Noel é esperto escolheu o lugar mais lindo da terra para morar. Linda postagem. Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Maria, obrigada pela viagem...Adorei!
    Abraços...

    ResponderEliminar
  9. Oi Maria,
    Da primeira vez que estive aqui, vim rápido, pois estava divulgando minha página em outros blogs tb e não olhei com atenção.
    Hoje retorno e estou encantada, tua página e lindaaa!!!
    Todas as imagens, pensamentos, mensagens e hístorias. Amei tudo!
    Vou mostar ao meu sobrinho esta postagens ele é um garoto e vai adorar.
    Beijos, lindo teu espaço!

    ResponderEliminar
  10. Ele testemunhou diversas primaveras
    com botões eclodindo em fragrâncias e tonalidades,
    colheu manhãs azuis, diáfanas, suaves,
    envolvido pela brisa perfumada.

    Fátima Guerra

    Beijos & Flores & Poesia...M@ria

    ResponderEliminar
  11. Que post mais divino querida...amei conhecer este lugar tão lindo...
    Beijinhos
    Valéria

    ResponderEliminar
  12. Maria: lindas imagens, mas o Pai Natal é uma lenda e teve origem em Itália com São Nicolau, ele a que na altura do natal andavas pelas ruas a dar lembranças aos meninos pobres, e andava a pé não tinha renas, agora não passa de uma fantasia comercial.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  13. Importante aula sobre a Lapónia, o pai natal e afins, gostei e li com bastante interese.
    Este seu post revela um imenso trabalho de investigação e pesquisa.

    ResponderEliminar
  14. Oi amiga!

    Vim te avisar que já estou de volta (quase...rs), e me deparo com essa postagem tão linda e completa sobre o Natal. Amei!!!

    Beijo grande pra você, e tenha um belo e santo Natal junto aos seus.

    Cid@

    ResponderEliminar
  15. A lua de prata
    no céu se esconde
    As estrelas pingam
    lágrimas de saudade
    A noite grita
    dentro de mim o teu nome

    Lou Witt

    Feliz noite....Beijos meus! M@ria

    ResponderEliminar
  16. Oi Maria, que post mais lindo adorei ha muito tinha visto falar da Lapomia onde moravra PaPai Noel, hoje nos proporcionasse uma linda viagem, obrigada amiga. Um Natal de muita paz. Um abraço carinhoso Celina.

    ResponderEliminar
  17. Que lindas fotos, amiga...
    Eu estou oferecendo meu cartãozinho de Natal, no meu Blog AGUA DE ROSAS, apareça...
    http://aguaderosas-jacque.blogspot.com/

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.