sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Selinhos Oferecidos pelo Amigo Arnoldo Pimentel


Estes selinhos foram oferecidos pelo querido amigo poeta Arnoldo Pimentel, do blog "Ventos na Primavera" um cantinho maravilhoso que vale a pena visitar.

Obrigado Amigo, ficará guardado no meu cantinho de “SELINHOS – Presentes dos Amigos”






DIÁRIO DE BORDO


Eu hoje poderia apenas estar lendo meu diário
Diário de bordo
Poderia estar vendo onde naveguei
As pessoas que amei
Montanhas que escalei


Quem sabe pegasse emprestado uma linha do tempo
Para medir as palavras que foram soltas
Para escrever meu diário
E esquecer meus aniversários


Meu diário que não foi escrito só tem lembranças
Lembranças do ônibus inventado na varanda
Dos sonhos coloridos na infância


Do amor que não foi vivido quando nasceu
Que deixou saudades quando morreu
Da dormideira na beira da estrada
Que só porque toquei, ela encolheu


Hoje eu poderia estar lendo meu diário de bordo
Dia após dia sempre a mesma filosofia
Acordar
Sonhar e ver o tempo passar
Esperar o mundo se acabar
Esconder-me no diário do meu mar


Eu hoje poderia estar apenas lendo meu diário
Folhear as páginas da vida que não aconteceu
Lembrar da noite que assisti
Audrey Hepburn em “A flor que não morreu”
Antes do dia já esquecido que nasceu
E não floresceu

Arnoldo Pimentel


Ofereço estes selinhos a todos os amigos que por aqui passem e queiram levar consigo, para colocar nos seus cantinhos.



"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor." (Joseph Addison)

8 comentários:

  1. Maria,seu blog é mesmo encantador,como vc!Lindos selinhos e beleza de poesia!Adorei te visitar e irei compartilhar!bJS,

    ResponderEliminar
  2. Olá minha amiga.
    Amei o poema,bela homenagem.
    Tudo muito linnnnnnnndo.
    Parabénssssssssssssssssssssssssssss.
    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  3. Merecidos presentes.

    Fim de semana iluminado amiga.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  4. Querida amiga, você merece todo esse carinho, vou levar um para o Devaneios. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Sou a ave que voa no sonho,
    Sou o vento que canta risonho,
    Sou o riacho que renova a alegria,
    Sou o sol que nasce cada dia.

    Mardilê Friedrich Fabre

    Bom Fds...Beijos & Flores! M@ria

    ResponderEliminar
  6. Maria

    Estás de parabens foste agraciada com lindos selinhos.
    E que dizer do poema? Belo para quem terá sensibilidade, como tu. Mais parabéns para ti e para o poeta Arnoldo Pimentel.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Parabéns!

    Por tudo, desde o belo poema, aos meus sempre amados azuis (todos eles) e ainda pelas fantásticas fotos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. OI MARIA QUERIDA, VIM TE AGRDECER A TUA GENTIL VISITA E O COMENTÁRIO, ADOREI, A P,OESIA É LINDA , JÁ ESTOU GOSTANDO DO ARNOLDO PIMENTEL, ATRVÉS DAS SUAS POESIAS QUE VC ESTÁ SEMPRE PUBLICANDO, ESTA MESMO É LINDA. QUERIDA UM ABRAÇO DA CELINA CHEIO DE CARINHO.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.