terça-feira, 11 de maio de 2010

Orangotango-de-sumatra

A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!


Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.

Dentro deste contexto, vou mensalmente falando aqui no meu “cantinho”, sobre animais que se encontram em Vias de Extinção.

A extinção é o desaparecimento irreversível de espécies e acontece quando o último animal de uma determinada espécie morre.

Hoje: Orangotango-de-sumatra


Nome Científico: Pongo abelli Ordem: Primates
Família: Pongidae / Hominidae



Distribuição e Habitat :
Os orangotangos de Sumatra encontram-se, tal como o nome indica, na ilha de Sumatra (Indonésia), em florestas húmidas até 4000 metros de altitude, embora tenham preferência pelas zonas mais baixas.


Identificação:
A pelagem avermelhada, longa e macia, cobre todo o corpo excepto a face, as palmas das mãos e as solas dos pés. Os machos são maiores do que as fêmeas e apresentam uma curta barba branca nos maxilares. Os braços são muito longos e fortes.


Hábitos:
São diurnos e essencialmente arbóreos. Trepam com as mãos e os pés e raramente descem ao chão. Constroem ninhos nas árvores com ramos e troncos. São animais solitários, sendo as ligações mais fortes as que unem fêmeas e crias.


Alimentação:
Alimentam-se essencialmente de frutos, folhas, casca de árvore e flores, mas também de pequenos mamíferos e térmites. Ingerem mais de 200 espécies de plantas, tendo preferência pelos frutos suculentos. Utilizam instrumentos para retirar mel e térmites dos buracos.


Reprodução:
O período de gestação é de 260 dias, após os quais nasce uma cria (raramente gémeos), que é amamentada até aos três anos e meio de idade. Permanece com a progenitora até aos cinco a seis anos de idade. Os machos atingem a maturidade sexual com nove anos e meio e as fêmeas com sete anos.


Estatuto de conservação e principais ameaças:
Esta espécie está criticamente em perigo (segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza). A caça para o comércio de espécies exóticas foi um dos principais factores do seu declínio. Actualmente, a maior ameaça é a destruição do habitat.


Há que compreender a importância de cada organismo na complexa e maravilhosa teia da Vida na Terra e Nunca nos devemos esquecer que A extinção é para sempre.

Fontes: Wikipedia; www.saudeanimal.com.br/; bicharada.net/animais/; www.naturlink.pt/; Enciclopédia a Vida animal.

montagem de fotos


“A Terra provê o suficiente para as necessidades de todos os homens, mas não para a voracidade de todos.” (Mahatma Gandi) .

8 comentários:

  1. Olá Maria!
    Só é de louvar esta "cruzada" pela preservação da Natureza e dos animais.
    Infelizmente, já não se encontra a profusão de vida selvagem de outrora, em parte, devido à caça e à perca de "habitat", devida, sobretudo, à devastação das florestas.
    Não é o meio ambiente que precisa de ser restaurado, é o nosso comportamento que precisa de mudar.
    Bjis
    Jorge

    ResponderEliminar
  2. Maria querida...sempre aprendemos um pouco mais com você e seus lindos posts.
    Que animal mais lindo...perfeição da natureza...temos mesmo que zelar por sua preservação.
    Beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  3. Tu vens do lado claro de meu ser
    como um sonho remido de criança...
    Quantas e quantas eras me restei
    vivendo por viver no itinerário
    da esperança...

    Afonso Estebanez

    Feliz Noite.......Beijo!

    ResponderEliminar
  4. Tu vens do lado claro de meu ser
    como um sonho remido de criança...
    Quantas e quantas eras me restei
    vivendo por viver no itinerário
    da esperança...

    Afonso Estebanez

    Feliz Noite.......Beijo!

    ResponderEliminar
  5. Oi... tudo bem? Estive aqui e gostei de seu blog, e muito do que escreve. Adorei, vou ser seu seguidor. Conheça os meus blog's
    www.congulolundo.blogspot.com
    www.queriaserselvagem.blogspot.com

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  6. Olá querida Maria, o blog continua muito bonito... Amei o filhote acima... Um fofo ! Obrigada pela amável visita. Bj grande.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.