segunda-feira, 5 de abril de 2010

Locais estranhos na Terra


Locais fora do comum , que nos parecem transportar por momentos para um outro Planeta, para um mundo remoto e diferente do nosso.

1. As Cavernas de Gelo de Eisriesenwelt, Áustria


As Cavernas de gelo de Eisriesenwelt ficam na Áustria e são a maior formação de cavernas de gelo do mundo. As cavernas estão localizadas a 1000 metros de altitude, sendo o acesso feito através de um teleférico. A temperatura média no verão é de zero graus.

Eisriesenwelt é um labirinto de cavernas com uma extensão total de mais de 40 km. A parte coberta de gelo e aberta aos turistas é de apenas 1 quilômetro, mas é o suficiente para hipnotizar os visitantes com o trabalho da Mãe Natureza. Nesta parte visitável o chão é liso as paredes são formadas por colunas, torres e cascatas de gelo de todas as formas, que se modificam subtilmente a cada ano, esculpidas pelo vento gelado que penetra por inúmeras aberturas.

Se gostar veja mais fotos no site oficial em: Eisriesenwelt

2.Vales Secos ( Dry Valleys ), Antarctica

A região Vales Secos da Antárctica, de acordo com os cientistas, é a área na Terra mais parecida com o que seria uma paisagem de Marte. A região quase nunca tem neve e, excepto por algumas planícies rochosas, é a única parte continental da Antárctica que não é formada de gelo. O chão dos vales apresenta alguns lagos permanentemente congelados, com vários metros de grossura e, sob esse gelo, vivem alguns organismos extremamente simples, que são objectos de estudo.

3. Ilha Socotra, Oceano Índico
Esta ilha simplesmente dispensa qualquer noção do que é considerado “normal” para uma paisagem terrestre. Socotra é parte de um arquipélago que ficou geograficamente isolado da África há 6 ou 7 milhões de anos. Como nas ilhas Galápagos, possui cerca de 700 espécies raras e muito diferentes. O clima é árido, e mesmo assim existem lá exemplares incríveis de plantas – algumas espécies não apresentaram variações nos últimos 20 milhões de anos.

4. Rio Tinto, Espanha
As minas gigantes, a céu aberto, do Rio Tinto, criam um ambiente surreal, transformando a paisagem em algo similar ao que veríamos na Lua. O nome do rio deve-se à cor das suas águas, praticamente vermelhas e extremamente ácidas,(com pH variando entre 1.7 e 2.5) e ricas em metais.

5. Kliluk, o Lago Manchado, Canadá
No verão o calor do sol faz evaporar a água do Lago Manchado e os minerais contidos nela são cristalizados. Isto causa a formação de vários círculos com rebordos brancos: piscinas rasas, que reflectem o conteúdo mineral da água em tons de verde e azul. Esta água contém uma das maiores concentrações de minerais do mundo: sulfato de magnésio, cálcio e sulfato de sódio, e outros minerais, como titânio e prata. Os índios canadenses tomavam banho nessas águas e na lama do lago para curar feridas.

6. Saleira de Uyuni, Bolívia
A Saleira de Uyuni é, talvez, uma das mais espectaculares paisagens do mundo. Uma área magnífica com um impressionante deserto de sal (o maior do mundo), vulcões activos e géisers – como uma miragem alienígena, completamente fora da realidade.

7. Vale da Lua, Brasil
O Vale da Lua, no Brasil é uma formação rochosa, esculpida pela erosão da água, cheia de piscinas naturais. Está localizado a 38 km de Alto Paraíso, em Goiás. As suas formações rochosas são das mais antigas do planeta, feitas de quartzo e de outros cristais.

8. Córrego do Sangue Quente, Japão
O Córrego do Sangue Quente é um dos “infernos” (jigoku) de Beppu, no Japão. Nove espectaculares termas que são mais “para ver” do que para tomar banho. A paisagem inclui um lago de água vermelha e quente, colorida pelo ferro presente no líquido. O Sangue Quente foi eleito o mais fotogénico dos “infernos”.

9. A Floresta de Pedras, China

A Shilin (em mandarim, Floresta de Pedras) é formada de pedras lisas, circundadas por água que cobre o chão. A água causa erosão em tudo, menos nos pilares. A Floresta de Pedras é conhecida desde a Dinastia Ming como a Primeira Maravilha do Mundo.

10. A Estrutura Richat, Mauritânia
Esta espectacular formação na Mauritânia fica na parte sudoeste do deserto do Saara. É tão grande que é visível do espaço, com um diâmetro de 30 milhas. Anteriormente, achava-se que a formação foi causada pelo impacto de um meteorito que caíra na região, mas agora concluiu-se que é resultado de erosão. A causa exacta de seu formato circular ainda é um mistério.

Texto e Fotos: Net

"Para alcançar conhecimento, adicione coisas todo dia. Para alcançar sabedoria, elimine coisas todo dia." (Lao Tsé)

5 comentários:

  1. Maria, que encantadoras as imagens destes lugares tão únicos, tão maravilhosos, cada qual a sua maneira... adorei.
    Linda semana para você!!!
    Beijos...

    ResponderEliminar
  2. Minha querida Maria
    que maravilha de imagens...lindas.


    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  3. Maria,
    Obrigada pela visita, te esperarei sempre em meu blog, ta?

    Adorei estar aqui, que imagens perfeitas, maravilhosas... encantador.

    To seguindo-te

    Um beejo e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Maria

    Obrigado pelas maravilhas que proporcionou.

    Obrigado pela visita no meu sitio.

    Paz e Luz no seu caminho

    ResponderEliminar
  5. Excelente artigo como sempre.

    Uma maravilha.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.