terça-feira, 27 de abril de 2010

A Arte de trabalhar metal

O trabalho da artista canadense, Cal Lane é simplesmente maravilhoso.


Cal Lane, usa a técnica de soldadura e ferramentas de corte de metal para criar delicados padrões rendados, como se fossem filigranas em superfícies de metal.


Os objectos escolhidos para o seu trabalho são de lixo industrial e doméstico, como velhos bidons de óleo, pás, tampas de esgotos, pedaços de maquinaria e de automóveis.


Ela trabalha objectos de grandes proporções, material reciclado ou totalmente desprovido de beleza estética , tornando peças “brutas” em verdadeiras peças de arte.


O que ela faz tem algum significado : Ela mesmo define seu trabalho !


" Eu gosto de trabalhar como advogado do diabo visual, utilizando contradição como um veículo para encontrar meu caminho para uma imagem de empatia, uma imagem de oposição que cria um equilíbrio - assim como um choque -, comparando e contrastando ideias e materiais, manifestado em uma série de "Industrial Doilies", reunindo industrial e doméstico vida, bem como as relações de forte e delicado, masculino e feminino, prático e frivolidade, ornamentos e função....”


“O aço que esmago e corto em finas rendas criam uma cortina de perturbação e tristeza, um conflito de atração para trabalhar fantasias”.


“Eu gosto de trabalhar como artista visual, utilizando a contradição como um veículo para encontrar meu caminho com imagens que criam um equilíbrio - assim como um choque - comparando e contrastando idéias e materiais”.


Esta artista utiliza as ferramentas de soldadura como um pincel para criar arte. A sua criatividade é impressionante.

Para saber mais sobre o trabalho de Cal Lane visite o seu site: http://www.callane.com/works.html


"A arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos, em os libertar deles mesmos, propondo-lhes a nossa personalidade para especial libertação." (Fernando Pessoa)

12 comentários:

  1. Sem dúvida uma forma original de ocupar o tempo. Não deve ser nada fácil de fazer. Muita perícia e muita habilidade.
    O artigo está muito bom (como é habitual).
    Um grande beijinho,
    António.

    ResponderEliminar
  2. Bem amiga, estou encantada com tanta arte e méstria. Que peças lindas. Obrigada pela visita e comentário. Beijos

    ResponderEliminar
  3. Já conhecia através de um vídeo...
    É de facto uma arte fantástica de
    minúcia....
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Maria que talento desta artista... que peças mais lindas... amei...me impressionou muito a beleza destes trabalhos.
    Beijos amiga...
    Valéria

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria!
    Na Natureza, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. Foi assim que aprendi.
    Neste caso, foi uma belísima transformação, conseguida pela arte e imaginação da artista que, o seu criativo post, muito contribue para divulgar e valorizar.
    Saudações luminosas.

    ResponderEliminar
  6. Que habilidade! Estou encantada com tanta beleza nos trabalhos, só muita paciência, carinho e amor para realizar um trabalho tão difícil.
    Uma linda semana! Bjsss

    ResponderEliminar
  7. Olá Maria!
    A imagem desta artista tem muito pouco de convencional; a mim sugere-me a figura duma operária-artista, com muito talento - e certamente infinita paciência. Os trabalhos são lindos - e também inspirada maneira de tranformar sucata em obras de arte!
    beijinhos.
    Vitor.

    ResponderEliminar
  8. Como algo que parece rude e feio
    nas mãos de uma artista
    a arte se conquista!?
    Achei de uma habilidade inspiradora
    e de uma bela sensibilidade criadora!

    Obrigada pela partilha
    um beijinho de carinho

    ResponderEliminar
  9. "Os espelhos são usados para ver o rosto; a arte para ver a alma."

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Olá Maria! Adorei a visita, agradeço muiiito o comentário positivo e venho devolver na mesma medida: hoje, aqui, já aprendi uma coisa nova.
    Susana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.