sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Fractais – Beleza Infinita

O que são fractais?

Fractais são formas geométricas abstractas de uma beleza incrível, com padrões complexos que se repetem infinitamente, mesmo limitados a uma área finita.




Um fractal é gerado a partir de uma fórmula matemática, muitas vezes simples, mas que aplicada de forma interactiva, produz resultados fascinantes e impressionantes. São formas que se caracterizam por repetir um determinado padrão com ligeiras e constantes variações (auto-similaridade).



Os fractais podem ser identificados na natureza, na forma dos brócolos, em árvores, mariscos, e em qualquer estrutura cujas ramificações sejam variações de uma mesma forma básica.



Em consequência da auto-similaridade, quando vistas através de uma lente de aumento, as diferentes partes de um fractal mostram-se similares à forma como um todo.



O estudo dos fractais tem-se revelado recentemente de grande importância em vários campos das ciências, tais como Biologia, Meteorologia e Economia. As suas figuras geométricas, que possibilitam incontáveis formas e combinações, aliadas à cromoterapia (terapia das cores) e à música proporcionam-nos uma incrível sensação de paz, harmonia, bem estar e saúde.




A ciência dos fractais apresenta estruturas geométricas de grande complexidade e beleza infinita, ligadas às formas da natureza, ao desenvolvimento da vida e à própria compreensão do universo.




Cada universo fractal, gerado a partir de uma única equação matemática, reproduz-se com a semelhança do todo.




E, sem explicação conhecida, iniciam-se diferenciações, criando-se novas formas.




Vivemos num mundo em que a ciência revela novos mistérios a cada dia, e para cada descoberta descortinam-se novos e inesperados horizontes, gerando mais e mais interrogações.




Os fractais deram origem a um novo ramo da matemática, muitas vezes designado como a geometria da natureza. Esse novo tipo de geometria aplica-se na astronomia, na meteorologia, na economia e no cinema.




As formas estranhas e caóticas dos fractais descrevem fenómenos naturais como os sismos, o desenvolvimento das árvores, a forma de algumas raízes, a linha da costa marítima, as nuvens ...




A beleza das imagens... a complexidade da matemática...o caos...




São imagens abstratas que possuem o caráter de onipresença, por terem as características do todo infinitamente multiplicadas dentro de cada parte. Ou seja: cada partícula possui dentro de si a totalidade, o Universo.




"A matemática é o alfabeto com qual, Deus escreveu o universo." (Galileu Galilei)

3 comentários:

  1. Parabens pelas flores e poesia, juntas aliviam nossas dores do mundo...
    Beijo
    Margarida

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, fico feliz por ter gostado.
    Um beijo
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Aqui sempre encontro beleza. Dessa vez, cultura também. Nunca tinha ouvido falar dos fractais. Adoro apender coisas novas, é uma verdadeira mania. Adorei cada "fractalzinho", um mais lindo e filosófico que o outro.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.