sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Fazer arte com uma moto serra


É incrível o que se pode fazer tendo como instrumento de trabalho uma motoserra.



O artista Randall D. Boni do Tenessee (E.U.A.) dedica-se desde 1989 a fazer esculturas impressionantes, realizadas directamente em troncos de árvores moribundas ou danificadas.



Randall possui uma criatividade espantosa e mostra através da sua arte, a beleza dos animais selvagens, esculpidos delicadamente na madeira utilizando como objecto de trabalho uma motoserra.



Ele consegue dar beleza, delicadeza e perfeição às suas obras.


Esculturas cheias de detalhes e encanto.



Vive na floresta de Allegheny na Pennsylvania (E.U.A), onde a abundância da vida selvagem inspira o seu trabalho "Se uma árvore está a morrer ou tem de ser abatida, sinto que com as minhas esculturas estou preservando parte da sua beleza e, mais importante, a memória da árvore."



A arte nasce com a pessoa, os meios utilizados para se atingir os objectivos pretendidos, é que poderão ser os mais variados.




Pessoalmente, nunca pensei que fosse possível fazer trabalhos como estes, com uma motosserra. A beleza da arte combinada com a beleza da natureza.

Site de Randall D. Boni - abundance-acres.com



"Toda a obra de arte é uma personalidade. O artista vive nela, depois dela ter vivido longo tempo dentro dele." (Vargas Vila)

3 comentários:

  1. Querida amiga, passando para uma visita
    e desejos de um final de semana abençoado.

    Beijo e carinho

    Arnalda

    ResponderEliminar
  2. Boa noite, Maria!
    Que bela maneira de expressar-se artisticamente.
    Gostei muito.
    Beijo e ótimo final de semana.
    Com carinho,
    Mara

    ResponderEliminar
  3. MARIA O SEU TRABALHO É SEMPRE ADMIRÁVEL!!!

    ESTE QUE AQUI NOS MOSTRA É LINDÍSSIMO E DE GRANDE ARTISTA!!!
    COMO EU GOSTARIA DE TER AQUELES MOCHOS!!!
    NÃO TERIA MUITO ESPAÇO PARA ELES, MAS SÃO FORMIDÁVEIS!!!
    TENHO UMA PEQUENA COLEÇÃO DE MOCHOS!!!
    1 BEIJO LÍDIA

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.