sábado, 12 de dezembro de 2009

Cãibras – Um tormento


Cãibras

Tenho com muita frequência cãibras nas pernas, principalmente à noite, mas também acontece durante o dia e o pior é quando a cãibra aparece e eu estou a conduzir, é terrível. Já compreendi que elas surgem principalmente quando estou muito cansada. Decidi procurar alguma informação sobre este problema e formas de o ultrapassar, deixo aqui o que me pareceu mais elucidativo, para ajudar também quem sofra do mesmo problema e passe aqui no meu “cantinho”.


O que é a cãibra

A cãibra é uma contracção involuntária dos músculos, normalmente muito dolorosa, que pode durar de alguns segundos até vários minutos. A cãibra é um sinal de que o músculo está a trabalhar no limite e que o oxigénio para mantê-lo a funcionar acabou, começando então a libertar ácido láctico. Pode atingir um ou mais músculos de uma vez. Qualquer músculo de controlo voluntário pode apresentar essas contracções.

Músculos mais comuns são:

- Panturrilhas ou gemelares (barrica da perna)
- Músculos anteriores e posteriores da coxa
- Pés
- Mãos
- Pescoço
- Abdómen



Causas:
Acredita-se que a causa básica da câibra seja uma hiperexcitação dos nervos que estimulam os músculos. Pode ser causada por:

- Actividade física vigorosa (câibra pode ocorrer durante ou após o esforço)
- Desidratação (atenção para quem usa diuréticos).
- Gravidez (normalmente secundário a magnésio baixo)
- Alterações metabólicas como diabetes, hipotireoidismo, alcoolismo e hipoglicemia
- Doenças neurológicas com Parkinson, doenças do neurónio motor e doenças primárias dos músculos (miopatias)
- Longos períodos de inactividade, sentado em posição inadequada.
- Alterações estruturais como pé chato.
- Insuficiência renal em hemodiálise e cirrose hepática.
- Deficiência de vitamina B1, B5 e B6
- Anemia

Em pessoas acima dos 60 anos, cãibras frequentes podem ser sinais de aterosclerose, com diminuição da circulação sanguínea para determinado agrupamento muscular por obstrução do fluxo por placas de colesterol.

Como evitar as cãibras ?
Segundo alguns nutricionistas, a cãibra está relacionada à carência de nutrientes no organismo, principalmente o magnésio, encontrado nos vegetais de folhas verdes escuras, como a couve, o espinafre, o agrião, nos grãos de feijão, como lentilha, grão-de-bico e o próprio feijão e nos cereais integrais. “A população consome poucos alimentos ricos em magnésio e, somando-se a isso, esse nutriente é muito exigido no processo de stress, por isso é tão carente no organismo”.

Cãibra relacionada com esforço físico

No caso da cãibra estar relacionada com esforço físico, para evitar que surja deve ser realizada uma boa sessão de alongamento antes e após os exercícios físicos, principalmente para sedentários, boa hidratação antes, durante e depois do esforço e evitar exercícios em dias muito quentes.




Câibras nocturnas
Existe um grupo de pessoas que apresentam câibras nocturnas (o meu caso), principalmente nos membros inferiores. Em geral apresentam a chamada câibra nocturna idiopática (sem causa aparente). São pessoas normalmente com história familiar e que não se consegue detectar nenhum tipo de alteração que justifique o quadro.
Neste grupo, recomenda-se um programa de alongamento 15 minutos antes de dormir, dar preferência para alimentos ricos em cálcio e magnésio, manter uma boa hidratação ao longo do dia e evitar o sedentarismo. Algumas pessoas precisam de sapatos especiais que evitam contracções involuntárias.

Hidratação adequada e alongamentos frequentes, resolvem os problemas das maiorias das pessoas com câimbras idiopáticas, ou seja, aquelas que não são causadas por nenhuma doença específica. É preciso pelo menos algumas semanas com alongamentos diários para o músculo ter mais resistência às contracções involuntárias.
O melhor modo de controlar o grau de hidratação do corpo é através da cor da urina. Pessoas desidratadas apresentam urina muito amarelada e normalmente com cheiro forte, enquanto que um corpo hidratado produz urina clara e sem cheiro.

Existem alguns medicamentos com vitamina E, complexo B, que podem ajudar em casos específicos, mas que só devem ser tomados após avaliação médica.

Resumindo, como Prevenção e segundo alguns nutricionistas para evitar as câibras é importante ter uma alimentação equilibrada “O ideal é equilibrar nutrientes porque o cálcio contrai o músculo e o magnésio relaxa.”, ingerir alimentos ricos em potássio, como banana e tomate e procurar comer muitas frutas e legumes que contêm minerais.

Fazer uma boa hidratação bebendo muitos líquidos.

Realizar alongamentos antes de exercícios físicos e antes de deitar.

Banana evita câibras?
A banana é uma fruta rica em potássio, glicose e água, por isso teoricamente a banana ajuda porque repõe os níveis de potássio, hidrata e fornece energia para os músculos.
Porém, isto funciona com algumas pessoas mas não com todas, cada caso é um caso.

Tratamento
Colocar saco de água quente afim de melhorar o fluxo de sangue para os músculos, beber água fria para aumentar a hidratação, ou seja, a água gelada é absorvida mais rapidamente do que à água quente e, alongamentos, lentos e gradativos, nos músculos afectados, sem forçar muito (alongar até o limite de tensão do músculo, sem forçar), massajar a área, pois ajuda a aliviar a dor e auxilia a estimular a corrente sanguínea.


Fonte: “saudenarede”,"mdsaude", Artigos na Net dos Nutricionistas Dr. Pedro Pinheiro, Denise Carreiro, Consulta do livro saúde e bem estar, outras consultas.


"A melhor saúde é não sentirmos a nossa saúde." (Jules Renard)

2 comentários:

  1. Tenho cãimbras desde menina , hoje com setenta anos de idade, elas ainda persistem ; estou viva , buscando saná-las, encontrei com vocês a melhor explicação para tudo a esse respeito .
    Uma vez ao dizer a um médico, que tinha cãimbras a resposta dele foi : eu também tenho . Decepcionante ,não ? Obrigada .

    ResponderEliminar
  2. so quem as tem sabe e pode avalia-las pois e uma sensaçao horrível como se vc fosse um ser tao inutil e que nada que vc faça vai melhorar este quadro.A melhor coisa e dormirmos ao lado de uma varinha de condão pois o alivio seria imediato,kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.