quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dicas para contrariar a tendência da Alzheimer

Como já anteriormente falei, o meu pai têm Alzheimer. Ouvimos frequentemente falar sobre o que é a Alzheimer e pensamos que compreendemos a dimensão da doença, mas Hoje, sou de opinião que vai um abismo enorme entre ouvirmos falar mas não termos contacto directo com o problema e termos de acompanhar diariamente alguém com esta doença.

Fico terrivelmente triste por ver o meu pai, um homem extraordinário, perder a clareza de raciocínio, a objectividade, o vocabulário, a capacidade de expressar as suas ideias.

Louvo a minha mãe e todas as pessoas que têm de conviver e tratar de doentes com Alzheimer durante as 24 horas do dia. É uma tarefa que desgasta física e psicologicamente e é necessário ter uma vontade de ferro para se conseguir levar “ o barco a bom porto”.

Eu acompanho apenas parcialmente, pois só no final da tarde quando regresso do emprego, é que é possível ir ver os meus pais e tentar (o melhor que consigo), dar uma ajudinha levantando um pouco o ânimo da minha mãe e animando um pouco o ambiente lá em casa.

Esta doença “rouba” a personalidade ao meu pai, a “alegria” à minha mãe e a mim enche-me o coração de mágoa e dor por não os poder auxiliar mais, por não ter o “poder” de lhes dar saúde e tudo o que eles merecem, só posso pedir a Deus que os acompanhe e os guarde.

Hoje ao receber um email de uma amiga sobre esta doença, achei que devia de partilhar a informação, já não ajuda em relação ao meu pai, mas é um alerta para mim e talvez para muitas outras pessoas, são dicas simples que talvez ajudem no futuro, quem sabe, pelo menos à que tentar.

Dicas para contrariar tendência da Alzheimer

Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.

Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000) Revelam que NEURÓBICA, a 'aeróbica dos neurônios', é uma nova forma de exercício cerebral projectada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios em seu cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso; limitam o cérebro.

Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios 'cerebrais' que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional.

Dicas:

- Usar o relógio de pulso no braço direito;
- Escovar os dentes com a mão contrária da de costume;
- Andar pela casa de trás para frente;
- Vestir-se de olhos fechados;
- Estimular o paladar, comer coisas diferentes;
- Ver fotos de cabeça para baixo;
- Ver as horas num espelho;
- Utilizar um novo percurso na deslocação para o trabalho.


São dicas simples que podemos tentar seguir, pelo menos de vez em quando, também li alguns artigos na NET, em que se frisava a importância de estimular o cérebro com leitura, escrevendo ou fazendo palavras cruzadas.
Este ano comecei este Blog e para mim foi uma lufada de ar fresco, pois adoro pesquisar, procurar fotos, compor novos artigos, pensar em novos temas que considero importantes e que quero partilhar, enfim penso que cada um de nós deve procurar fazer algo fora da rotina habitual, que “ocupe e faça funcionar “ o seu cérebro de maneira, a ele continuar operacional até ao final dos nossos dias.

A Alzheimer é uma doença terrível para quem a têm e para quem acompanha, se uma mudança de comportamento pode de alguma maneira ajudar, Vale a pena tentar !


“A próxima fronteira não está somente à sua frente, ela está dentro de si.” (Robert K. Cooper)

Sem comentários:

Enviar um comentário

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.